Têxtil Tabacow S/A

Têxtil Tabacow S/A

Fim de 1995 e início de 1996. Observavam-se os últimos resquícios das atividades da enorme empresa. Máquinas e equipamentos já haviam sido despachados para a cidade de Americana há algum tempo. Dificilmente um observador que detivesse seu olhar naquelas salas, galpões e corredores quase desertos imaginaria o azáfama de tempos passados. Durante anos homens e mulheres da vasta região contígua  mantiveram-se unidos naquele acolhedor espaço. Nas épocas em que a economia demonstrava  maior ímpeto, aquele heterogêneo exército de 1.600 seres revezava-se em três turnos, ou seja, a “cidade Tabacow” fervilhava 24 horas diárias ininterruptas. Os moradores das ruas vizinhas lembram-se até hoje das romarias dos trabalhadores por ocasião das trocas de turno. Passavam pela frente de suas casas conversando alto e rindo dos pequenos casos ocorridos no transcorrer da jornada de trabalho.

Da data acima referida, recuando no tempo, vamos nos fixar no ano de 1930. Em pequeno salão do bairro do Brás, iniciava suas atividades a firma José Tabacow e Cia., sendo seus fundadores: José Tabacow, Moisés Kauffmann e Borys Bacaleinick. Mais tarde, o crescimento da empresa obrigava seus proprietários a procurar novo local. Este foi encontrado na Avenida Celso Garcia, no Tatuapé. Passada mais uma década, também a nova sede mostrou-se acanhada com relação aos rumos dos negócios. Ao esvaírem-se os últimos meses do ano de 1949, os sócios concordaram sobre a necessidade de nova mudança. Mas, diferente das vezes anteriores, decidiram pela instalação de uma sede própria. Encontraram um enorme e magnífico terreno na Chácara Santo Antonio, entre as ruas Azevedo Soares, Boa Esperança e Agostinho da Mota, que lhes permitiu a edificação de uma unidade fabril de linhas modernas com 65.000 m2. Daquela data em diante e por quase meio século, os responsáveis pela Têxtil Tabacow S/A, sua nova denominação, não mais se preocuparam  com problemas de espaço. A referida fábrica, além de tapetes e carpetes produzia tecidos de algodão, acrílicos  e veludos.

Mais tarde, edificou uma unidade fabril denominada Juatafil, na cidade de Guarulhos, em terreno de 40.000 m2 e área construída de 12.000 m2, com a colaboração de 300 funcionários. Esta fábrica confecciona fios de juta para a trama dos tapetes convencionais. Associada à Indústrias Heller de Plásticos e Metais Ltda., produz embalagens plásticas e componentes para a indústria automobilística. Nesta estão empregados mais 350 funcionários.

O último grande passo da Têxtil Tabacow S/A foi dado ao ser construída a unidade fabril na cidade  de Americana em gleba de 300.000 m2. Nela foi erguida, calcada em magnífica planta, uma arrojada e moderna  unidade fabril com área construída de 25.000 m2. Nesta foram empregadas 320 pessoas. A fábrica de Americana passou a produzir carpetes pelo processo “tufting” com tingimento em barca e contínuo, ao mesmo tempo estampando e dando acabamento final. Ao processar seus produtos por tais meios, torna-se crucial a reserva de espaço. Em face disso foi previsto um armazém para a estocagem de um milhão de metros quadrados de carpetes. A modernização de edifícios, máquinas e equipamentos, além dos métodos tecnológicos de processamento,  permitiram à Tabacow manter a liderança do mercado interno e atirar-se em busca de novos mercados. No transcorrer dos últimos anos a empresa tem exportado seus produtos para os Estados Unidos, Canadá, Austrália e países da América do Sul.

Como toda empresa moderna, a Tabacow sempre se preocupou com o bem-estar de seus funcionários. Em  seus espaços sempre foram ministrados programas de treinamento de Recursos Humanos e incontáveis cursos para ampliar a capacitação funcional e aumentar as possibilidades em suas carreiras. Nas suas unidades de produção sempre instalou excelentes cozinhas industriais e arejados e espaçosos refeitórios, com refeições servidas a preços subvencionados.

O cuidado com a saúde de seus funcionários, outro ponto de honra da Tabacow. Convênios médicos, farmacêuticos, assistência odontológica , social e previdenciária: práticas rotineiras da empresa.

Não só isso, em todas as suas unidades incentivou a formação de grêmios e disponibilizou adequadas áreas para esporte e lazer. Nestas construiu campos de futebol, quadras poliesportivas para vôlei, basquete e futsal e salas de jogos. Na área social, não devem ser esquecidas as criações de informativos internos dirigidos pelos próprios funcionários. Nestes, uma miscelânia de assuntos interessantes: entrevistas, divulgação de notícias, poesias e mensagem de incentivo aos companheiros.

O senhor José Tabacow, fundador do Grupo, faleceu em 27 de fevereiro de 1963.

Deixe um comentário

*