TATUAPÉ – Praça revitalizada ganha cor, brinquedos e mais segurança

TATUAPÉ – Praça revitalizada ganha cor, brinquedos e mais segurança

Após vários anos de reclamações, por parte dos moradores próximos da Praça Manoel Borges de Souza Nunes, mais conhecida como “Braúna”, localizada no final da Rua Santa Lúcia, no Tatuapé, a área de lazer foi recuperada. De acordo com a assessoria da Subprefeitura Mooca, o espaço foi requalificado a partir de uma parceria entre Prefeitura, o programa GVT na Praça, do Instituto Elos e a comunidade. Conforme a assessoria, ainda, a subprefeitura fez os serviços de limpeza e capinação, conserto das calçadas e a ampliação e renovação de bancos.

VOLUNTÁRIOS
Para a recuperação do local foram reunidos voluntários, cooptados pela empresa e pelo instituto e pessoas que residem nas proximidades, incluindo jovens e adultos. Antes das obras, os envolvidos fizeram parte de um programa de formação desenvolvido pela instituição. As aulas tiveram como objetivo aprimorar as competências de cada participante com o intuito de buscar a união de grupos e comunidades junto à iniciativa

PROJETOS
O plano envolveu a todos no desenvolvimento de projetos criativos para a praça, além da participação de cada um no apoio à limpeza, pintura, recuperação de áreas verdes, entre outras atividades. Todo o processo foi constituído de maneira colaborativa.

COLORIDO
Quem for ao local agora, encontrará escadarias limpas e coloridas, paredes pintadas e com desenhos criados pela própria comunidade, além de balanças feitas de madeira e borracha de pneus. Na mesma área, as pessoas poderão encontrar playgrounds e gangorras. O espaço ganhou, também, um minicampo de futebol, bancos feitos de pneus, rampa de skate e equipamentos de exercício para idosos.

Comunidade, instituto e empresa desenvolveram brinquedos e espaços diferenciados

Comunidade, instituto e empresa desenvolveram brinquedos e espaços diferenciados

GRAFITES
Muros do fundo da Emei Professora Irene Favret Lopes receberam grafites e a parte central da praça foi reservada, caso alguém queira usar, para apresentações teatrais ou de poesia, entre outras ações culturais. Após todas as mudanças, o local também passou a ser beneficiado com a presença de carros da PM, em rondas, e de guardas da GCM.

PASSADO NEGATIVO
Palco de protestos, a “Praça Braúna” era abandonada. Crianças e idosos tinham medo de passar pelo local. À noite, como as copas das árvores não eram podadas e a iluminação era precária, os moradores evitavam atravessar a praça ou se utilizar das mesas e banquinhos existentes na área de descanso. Além disso, muitas pessoas jogavam sacolas plásticas, pacotes de salgadinho, copos, garrafas pet e até sapatos entre as árvores. Sem contar homens e mulheres que se drogavam durante a noite e de madrugada.

Deixe um comentário

*