Tatuapé – índices de criminalidade estão em queda

Tatuapé – índices de criminalidade estão em queda

A primeira reunião do ano do Conseg Tatuapé ocorreu na última segunda-feira, dia 28, no Colégio Amorim, localizado na Rua Cantagalo, 339. Durante o encontro, o capitão Felipe de Lima Simões, comandante da 1ª Cia. do 8º Batalhão da PM, apresentou informações positivas a respeito da criminalidade na região.

Segundo ele, quase todos os delitos tiveram redução em seus índices, com ênfase para ações relativas à perturbação de sossego. O comandante afirmou que sua equipe tem realizado abordagens junto a bares e estabelecimentos com grande movimento de pessoas em ruas como Emília Marengo, Itapura, Coelho Lisboa, entre outras que fazem parte de registros em boletins de ocorrência.

De acordo com dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública, os últimos números de dezembro de 2018, em relação a 2017, tiveram uma queda favorável.

Homicídios zero, seja culposo ou doloso, de um modo geral e também em casos de acidente de trânsito. Tentativa de homicídio e lesão corporal seguida de morte também não ocorreram no fim do ano passado e nem em dezembro de 2017. É importante lembrar que os registros da secretaria têm como base os boletins, mesmo que a sensação das pessoas nas ruas ou em redes sociais seja outra. Por isso, as polícias Militar e Civil frisam a relevância do BO para os índices se aproximarem da realidade.

Latrocínios ficaram no zero”

Em 2018 foram registradas 27 lesões corporais dolosas e 11 lesões corporais culposas por acidente de trânsito. Já as lesões corporais culposas de um modo geral foram duas. Enquanto isso, em 2017,

as lesões corporais dolosas foram 18, as culposas por acidente atingiram 19, e as corporais, de um modo geral, uma.

No ano passado e em 2017, os latrocínios foram zero. Um estupro foi registrado em 2018 e um também em 2017. Os roubos de um modo geral tiveram dados de 61 em 2018 enquanto em 2017 os números chegaram a 85, portanto, um declínio acentuado.

Quanto aos roubos de veículos, uma das grandes preocupações no Tatuapé e região, foram 16 no ano passado e 22 em 2017. Os roubos a bancos permaneceram zerados nos dois anos relativos ainda a dezembro, como afirmado no início do texto. Com relação aos roubos de carga, os números atingiram a marca dos quatro em 2018, enquanto em 2017 havia ocorrido apenas um, ocorrendo um aumento. Os furtos outros tiveram uma baixa marcante, apesar de ainda estarem altos, sendo 189 em 2018 e 229 em 2017. Por fim, dentro dos índices que mais afligem quem mora ou frequenta a região, os furtos de veículos alcançaram a marca dos 59, em 2018, sendo que, em 2017, eles eram de 78.

Deixe um comentário

*