Sem sossego – moradores estão preocupados

Sem sossego – moradores estão preocupados

Moradores do Tatuapé estão preocupados com a circulação de jovens que ficam em uma residência localizada na Rua Urumajó. Segundo eles, os meninos costumam sair casa, circular pela Rua Raul da Rocha Medeiros e chegar até a Praça José Giudice, junto a estação Carrão do Metrô.

De acordo com os vizinhos, lá eles usam maconha e depois retornam para a casa. Quem vive nas proximidades, afirma que o uso de entorpecentes ocorre de manhã e à tarde. Outra situação desagradável, divulgada por pessoas que foram à reunião do Conseg Parque São Jorge, na última segunda-feira, dia 11, na Unicid, foi com relação à presença deles nas ruas, durante a madrugada, causando a perturbação de sossego.

Por conta dos acontecimentos, os moradores foram ao Conselho Comunitário de Segurança para registrar a indignação com o fato dos meninos não estarem sendo supervisionados. Fábio Soares afirmou que alguns deles chegam a intimidar pessoas que eles encontram em ruas do entorno. “Espero que as instituições se pronunciem a respeito da utilização dessa residência para atendimento psicosocial, pois não há nenhuma placa de indicação do serviço no endereço”, frisou.

FUNDAÇÃO CASA

De acordo com a assessoria da Fundação Casa, o órgão não possui unidade no referido local. Conforme a pasta, a instituição mais próxima, de semiliberdade, fica a cinco quilômetros da Rua Urumajó. Portanto, concluiu a entidade, não haveria como jovens saírem de tão longe para criar problemas no Tatuapé.

Deixe um comentário

*