Morador reclama do HMT

Morador reclama do HMT

Sr. redator:
“No sábado anterior, dia 23 de abril, fui ao Hospital Municipal do Tatuapé, onde fiquei das 17 horas às 3h30. Porém, o problema não foi este. A questão é a forma desumana como as pessoas ficam na sala de espera da (Assistência Médica Ambulatorial) AMA. Não há sequer um ventilador para refrescar o ambiente, que estava lotado e também porque não é feita uma dedetização naquele local, uma vez que seus bancos estavam infestados de ‘percevejos’ e as pessoas não podiam sentar.

Agora pergunto: o HMT é administrado por uma OSS (Organização Social de Saúde – SPDM) e recebe uma poupuda verba da Prefeitura para administrar aquele equipamento público. Será que não tem dinheiro para tomar estas providências tão básicas e necessárias para o mínimo de conforto da população?

Quero lembrar aos senhores governantes municipais (prefeito, subprefeitos, secretários municipais e vereadores) que estamos em ano eleitoral e o povo não é bobo e saberá escolher com propriedade os próximos governantes.

Portanto, tomem vergonha na cara e façam o mínimo por este povo que só procura aquele hospital quando já não aguenta mais de dor!
Sabemos que, em virtude do desemprego, muitas pessoas estão migrando dos planos de saúde para o SUS (Sistema Único de Saúde). Com isso, necessitamos revisar os processos de trabalho, de modo a atender à população de forma mais digna, pois somos 12 milhões de habitantes em São Paulo. Além disso, o orçamento municipal é o terceiro maior do País, só perdendo do orçamento do governo federal e do governo estadual.”

Miguel Lopes Ramos

Deixe um comentário

*