Hospital Vila Carrão – Obras devem começar até o fim do ano

Hospital Vila Carrão – Obras devem começar até o fim do ano

Esta Gazeta entrou em contato com a Secretaria Municipal da Saúde para saber quando as obras para transformar o antigo prédio que abrigou por anos o Hospital e Maternidade Vila Carrão, em Rede Hora Certa, teriam início.

Isso porque, de acordo com as últimas informações, os trabalhos deveriam ter começado em março. O mês praticamente terminou e nenhuma movimentação foi notada no terreno localizado na Avenida Conselheiro Carrão.

“A secretaria informa que está em fase de projeto executivo a implantação do Hospital Dia Vila Carrão da Rede Hora Certa. As obras devem começar até o fim do ano.”

ANÚNCIO
Em abril de 2014, esta Gazeta informou a seus leitores que o prédio daria lugar aos equipamentos Hospital Dia Rede Hora Certa e Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

A previsão era de que os atendimentos começassem já no fim de 2015. Mas, pelo visto, este cronograma não deverá ser mantido. Naquele mesmo ano, a reportagem chegou a questionar a secretaria sobre quando as obras teriam início, mas a resposta foi apenas que a estimativa da implantação do Hospital Dia deverá levar um ano e que os investimentos são de aproximadamente R$ 6 milhões.

INFRAESTRUTURA
A unidade terá 20 salas para consultórios, espaço para coleta de exames clínicos e instalações para exames de imagem. O equipamento contará com dois centros cirúrgicos e 12 leitos, para permanência de até 12 horas. Serão oferecidas 12 especialidades médicas e odontologia, além de 13 modalidades de exames de diagnóstico.

O prédio também irá abrigar o Centro Especializado de Reabilitação II Carrão e a Unidade de Pronto-Atendimento 24 Horas Carrão, em fase de projeto.

As unidades da Rede Hora Certa oferecem atendimentos médicos de especialidades, procedimentos cirúrgicos de pequeno porte e exames de apoio diagnóstico e diagnóstico por imagem. Quando estiver acontecendo, o atendimento na Vila Carrão deverá ocorrer de segunda a sábado, das 6 às 22 horas, podendo ser avaliada a necessidade de atendimento aos domingos.

A ideia é também desafogar o atendimento emergencial do Hospital Municipal do Tatuapé, que não consegue atender a contento a enorme demanda de pacientes que lá chega diariamente.

Deixe um comentário

*