Corinthians – obra em passarela custará quase R$ 800 mil

Corinthians – obra em passarela custará quase R$ 800 mil

Alvo de depredações, furtos e vandalismo, a passarela que leva os torcedores até a Arena Corinthians, em Itaquera, está recebendo obras de recuperação. A empresa Consitec Engenharia e Tecnologia Ltda., responsável pelo projeto, está fechando com telas de metal os espaços em que haviam vidros. Além disso, pela primeira vez, as entradas da passarela terão portões.

De acordo com o morador carlos de souza, é provável que o controle de acesso esteja relacionado à presença de moradores de rua e usuários de drogas no local, principalmente à noite. A passagem, que tem início na Rua Boipeva e termina na Radial Leste, sentido bairro, continua sem iluminação, pois a reposição das instalações elétricas fazem parte de uma outra fase do projeto.

O equipamento segue quase todo pichado e parte do acesso à passarela, na Radial, continua alagando após as chuvas. Conforme informações da Consitec, as reformas começaram em dezembro do ano passado e devem terminar em março deste ano.

HISTÓRICO

O histórico da passarela não é nada bom, desde a sua implantação. Meses depois da abertura, tiveram início as pichações, por dentro e por fora. Depois, ladrões furtaram todas as lâmpadas.

Na sequência, foram os fios, corrimãos e em seguida os vidros. Em uma das oportunidades, chegaram a ser refeitas as fiações para a colocação de refletores improvisados, mas os mesmos também foram furtados. Com a degradação do equipamento, novos furtos de vidros continuaram.

Após contínuos ataques, só restou a estrutura e a cobertura. No local não há nenhum tipo de preocupação com a segurança dos usuários, pois não existem câmeras. Desde o começo das depredações, não foram registradas imagens que pudessem ajudar a Polícia Militar a encontrar os envolvidos na destruição. Em boa parte do tempo, a passagem fica deserta durante o dia e à noite, principalmente pelo medo de furtos, roubos e estupros.

O OUTRO LADO

A Subprefeitura Penha informou que a passarela localizada entre a Rua Boipeva X Rua Dr. Luís Ayres está em reforma e receberá os serviços de manutenção de toda sua extensão, como a colocação de forro, fechamento com tela, iluminação (substituição de lâmpadas de led), elétrica, tubulação, pintura e portões para fechamento. A abertura e fechamento dos portões instalados será decidido junto à comunidade e o Conseg (Conselho de Segurança) Artur Alvim, que reivindicaram a revitalização após diversos casos de vandalismo e assaltos no local. O valor total da obra é de R$ 769.994,01, recurso utilizado por emenda parlamentar.

Deixe um comentário

*