Ceret – Usuária reclama de vagas para idosos

Ceret – Usuária reclama de vagas para idosos

Uma frequentadora do Ceret (Centro Esportivo, Recreativo e Educativo do Trabalhador) entrou em contato com a redação para reclamar do tamanho das vagas direcionadas aos idosos que existem em frente a entrada do clube. Segundo Mariana Rangel, que estava com a sua avó no local, ela não conseguiu abrir a porta do carro, modelo SUV, e teve de entrar pelo porta-malas.

De acordo com ela, as demarcações são muito estreitas e geram dificuldades para todos os idosos que estacionam nas vagas. “A maioria dos veículos que circulam pela cidade, atualmente, têm dimensões um pouco mais largas e, por isso, os espaços deveriam acompanhar essa realidade”, sugeriu.

Mariana relatou que o Ceret deveria rever as marcações atuais e verificar se elas estão dentro das normas estabelecidas pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). De acordo com as normas da CET, as vagas para idosos devem ter o padrão de 2,20 m de largura, por 5 metros de comprimento. As vagas reservadas podem estar dispostas paralelas ou em ângulo em relação ao fluxo veicular. Toda vaga deve ser demarcada com o símbolo ou legenda “Idoso” e respectiva numeração.

Conforme o coordenador de esportes do Ceret, Robinson Caetano, as demarcações estão dentro dos padrões de um veículo médio. Ele afirmou que apenas as vagas direcionadas às pessoas com deficiência são mais largas por causa das cadeiras de roda. “Se as pessoas querem ocupar o espaço com um carro maior do que o tamanho normal, fica difícil entrar em um acordo com as vagas existentes. Além disso, é a primeira vez que ouço esse tipo de reclamação”, completou.

Deixe um comentário

*