Árvore condenada na Rua Comendador Gil Pinheiro

Árvore condenada na Rua Comendador Gil Pinheiro

Moradores da Rua Comendador Gil Pinheiro, na altura do número 230, estão tentando acionar, há mais de um ano, o engenheiro agrônomo da Subprefeitura Aricanduva/Formosa/Carrão para que ele avalie a situação de uma árvore existente no endereço.

De acordo com os vizinhos, o tronco da espécie está tomado por cupins e formigas, fator que tem gerado preocupação, principalmente por causa das próximas chuvas, que devem vir acompanhadas de rajadas de vento.

A moradora do entorno, Vanessa Gouveia, sugeriu à Prefeitura a retirada da árvore do passeio por dois motivos principais: primeiro que ela pode cair sobre as casas, causando danos materiais e ainda machucar alguém; e segundo que a calçada foi perdida naquele ponto.

Conforme Vanessa, em um registro mais recente, feito por uma das vizinhas à árvore, a subprefeitura solicitou um prazo de 180 dias, que se encerra no fim deste mês, para dar prosseguimento ao processo de possível retirada da espécie do local. Por enquanto, as pessoas estão confiantes de que a questão será resolvida nos próximos dez dias.

Deixe um comentário

*