Parque São Jorge tem dicas de segurança

Parque São Jorge tem dicas de segurança

Na última semana, o comandante da 2ª Cia. do 51º BPM/M, capitão Edson Serra, realizou uma campanha junto aos moradores do Parque São Jorge. Na ação foram distribuídos panfletos com dicas de segurança para a população e comerciantes da região. O capitão afirmou que seu principal objetivo é aproximar a PM das pessoas residentes no bairro. O que não é muito difícil, pois os moradores e comerciantes do parque sempre foram muito participativos.

Sempre presentes às reuniões do Conseg Parque São Jorge, as informações de quem vive na região puderam direcionar o policiamento ostensivo para os devidos locais. O programa “Vizinhança Solidária” foi adotado por parte dos moradores, e a partir daí uma série de itens de segurança foram apontados para prevenir as pessoas de sofrerem furtos ou roubos.

DICAS DE PREVENÇÃO
Conforme os artigos registrados no folheto entregue pela PM, as pessoas precisam adotar uma postura preventiva no dia a dia, pois o criminoso sempre procura uma oportunidade e vítimas que estejam desatentas.

Uma das dicas alerta para que as pessoas evitem fazer compras sozinhas. Mesmo acompanhadas, é aconselhável realizar compras durante o dia. Outro aviso pede aos consumidores para não saírem de casa com grandes quantias em dinheiro. É mais seguro levar cheque ou cartão.

DE OLHO NO CELULAR

Quem anda distraído pela rua, falando ao celular, aumenta as chances de ser alvo de ladrões. Guardar o celular no bolso de trás facilita e muito a ação dos infratores. Outra dica importante: em locais públicos, não deixe o aparelho onde não possa avistá-lo. Se está em um ambiente com muitas pessoas desconhecidas, se possível, não mexa no celular.

E, se foi roubado, faça o bloqueio do aparelho e avise a polícia se o celular tiver um rastreador. As informações podem ser enviadas via 190. Registre um Boletim de Ocorrência informando o número do IMEI do aparelho.

NOS BANCOS

Os bancos e caixas eletrônicos são ambientes que costumam atrair os ladrões. Algumas ações diminuem o risco de assalto.

Procure evitar conversar com pessoas estranhas na fila, principalmente se o asunto for dinheiro. Caso tenha dificuldades em operar o caixa eletrônico, peça ajuda ao funcionário da agência bancária devidamente identificado.

Antes de iniciar a transação, verifique na tela se o equipamento está ativo ou inoperante. Caso esteja inoperante, não insira seu cartão, pois pode ser um sinal de ações de quadrilhas especializadas.

Se houver necessidade de realizar saques à noite, utilize terminais em locais iluminados e com maior movimento de pessoas. Procure sempre sacar dinheiro acompanhado de um familiar ou pessoa de confiança.

OBJETOS COMPRADOS
Com relação à bolsa, carteira ou outros objetos comprados, é preciso estar atento. Inclusive, se possível, desviar de aglomerações em ruas ou lojas, pois elas acabam fazendo a pessoa se distrair, facilitando a vida do ladrão. O folheto indica, também, ser melhor comprar em dias e horários de menor movimento.

A pessoa que carrega muitos pacotes ou sacolas deve tomar cuidado para não ficar com as duas mãos ocupadas e se tornar um alvo fácil. O consumidor deve estar atento para empurrões e esbarrões, pois neste instante alguém pode estar agindo de má fé.

MOTORISTAS
Para quem vai sair de carro, a primeira situação a ser observada é se existe a presença de pessoas estranhas nas proximidades. Caso haja, não parar, entrar ou sair. Nesse instante é importante avisar os familiares e chamar a polícia.

Deixe um comentário

*