Zona Azul – Carro vai multar com maior eficiência

Zona Azul – Carro vai multar com maior eficiência

A CET está fazendo testes de fiscalização na Zona Azul que utiliza um carro no lugar dos agentes de trânsito. Motoristas que estiverem sem o cartão de estacionamento serão multados pelo veículo que possui seis câmeras e pode autuar quem estiver parado sem o cartão. Por enquanto, não há cobrança de multas. Contudo, em breve a Secretaria de Mobilidade e Transportes quer implantar o sistema por toda a cidade.

O carro consegue ler as placas de 96% dos veículos. Somente alguns fatores, como sombra, conseguem atrapalhar a leitura da placa, porém, segundo o secretário João Octaviano, os resultados são satisfatórios.

Como desde 2016 a emissão do serviço é digital, com créditos vendidos em aplicativos para celular, o trabalho do carro é ler todas as placas de carros parados e conferir os dados, automaticamente, com os cadastros de emissão de Zona Azul – verificando se o carro não está listado como habilitado para usar o sistema.

Com esse modelo de fiscalização, a eficiência seria maior do que o sistema atual, com agentes de trânsito. A ideia é que uma única equipe possa monitorar uma quantidade maior de ruas em menos tempo.

O projeto só será validado depois que a Prefeitura souber quantos carros serão necessários para cobrir todas as vagas de Zona Azul e quando ela definir as rotas a serem percorridas. O município precisa, ainda, da autorização do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) para aplicar multas com o sistema.

Para usar o Zona Azul Digital, o motorista precisa baixar um aplicativo específico de empresas credenciadas pela CET. Na hora de cadastrar login e senha, o aplicativo pedirá CPF ou CNPJ e alguns dados pessoais. A pessoa também deverá informar o número de seu cartão de crédito, no qual serão debitados os valores referentes ao Cartão Azul Digital.

Deixe um comentário

*