Unimed

Uma liminar expedida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo na quinta-feira, dia 17, determinou que os clientes da Unimed Paulistana que não conseguirem atendimento na rede da empresa deverão ser atendidos pela Central Nacional Unimed (CNU). A decisão é uma resposta a uma ação do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), que argumentou que a CNU tem responsabilidade solidária pelos clientes da Paulistana. Cabe recurso. A decisão vale até que a Unimed Paulistana repasse seus clientes para outra empresa.

Deixe um comentário

*