Uber

No dia 9 de setembro, os vereadores aprovaram o projeto que proíbe aplicativos de transporte particular como o Uber. Em sua segunda votação, foram 43 votos favoráveis e três contrários. O texto segue agora para a avaliação do prefeito Fernando Haddad. O aplicativo é considerado pela Prefeitura como transporte clandestino desde que surgiu, em 2014, e por isso o projeto deve ser sancionado.

Deixe um comentário

*