Tragédia

O presidente da ANA (Agência Nacional de Águas), Vicente Andreu Guillo, se referiu ao uso da segunda cota do volume morto (água que fica no fundo das represas) do sistema Cantareira como a “pré-tragédia”. Ele participou na terça-feira, dia 21 de outubro, de um debate na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) sobre a crise da falta de água no Estado. “[A Sabesp] quer retirar o segundo volume morto, que é a pré-tragédia. Mas não há alternativa para São Paulo que não seja chover ou tirar água do volume morto do Cantareira”, afirmou.

Deixe um comentário

*