Taça da Copa chega ao Brasil

Taça da Copa chega ao Brasil

Após passar por 89 países e rodar mais de 150 mil quilômetros desde setembro passado, a Taça da Copa do Mundo chegou no Brasil. Ela desembarcou na noite de segunda-feira, 21, no Rio de Janeiro e começou a ser exposta ao público na manhã de terça, 22, no Maracanã, onde ficou até sexta. Depois passou para Porto Alegre e amanhã, 28, já estará em Belo Horizonte.

A taça vai circular por todas capitais brasileiras até chegar a São Paulo no dia 29 de maio, antes da abertura do Mundial, com o jogo entre Brasil e Croácia, na Arena Corinthians.

NÃO É PARA TODO MUNDO
Quem for ver o troféu de perto, vai ter que se contentar apenas com as fotografias, pois as únicas pessoas autorizadas pela Fifa a tocar no objeto são os jogadores que foram campeões e chefes de Estado.

Antes de ser iniciada a exposição, que é aberta ao público, o troféu foi apresentado aos jornalistas pelas mãos de Carlos Alberto Torres, que ergueu o troféu sobre a cabeça, reeditando o feito de 1970, quando o Brasil conquistou o tri-campeonato mundial no México. Naquela decisão, Carlos Alberto Torres era o capitão do time comandado por Zagallo.

CHEGOU PARA FICAR?
A Taça Fifa é feita de ouro 18 quilates, tem 36,5 centímetros de altura e pesa cinco quilos. O troféu é entregue aos campeões do mundo desde a Copa de 1974, realizada na Alemanha. Nas primeiras edições do torneio, o ganhador recebia a Taça Jules Rimet, entregue em definitivo ao Brasil após a conquista do tricampeonato, em 1970. O regulamento previa que o primeiro país tricampeão ficaria com o troféu.  Mas, ao contrário da Jules Rimet, a Taça da Copa não ficará em definitivo com nenhuma seleção. A partir de agora, a Taça da Copa, que tem espaço para ser preenchida até 2038, fica com o próximo campeão até o Mundial seguinte.

Para permanecer aqui, o Brasil precisa conquistar o hexacampeonato, o que asseguraria ao país o direito de manter o troféu pelos próximos quatro anos.

Deixe um comentário

*