STA. MARCELINA: O hospital da Copa

STA. MARCELINA: O hospital da Copa

Em dezembro de 2012, a direção do Hospital Santa Marcelina recebeu a notícia de que o pronto-socorro ganharia novas instalações. O anúncio foi feito pelo governador Geraldo Alckmin. Em 20 de maio de 2013 foi lançada a “pedra fundamental” da nova unidade e posteriormente deu-se início aos trabalhos de fundação e movimentação de terra. O governo do Estado já repassou à unidade uma verba de R$ 7 milhões por meio da Secretaria de Estado da Saúde, e também ajudará na aquisição dos equipamentos para a nova unidade, que terá, inclusive, leitos de UTI. A expectativa é que passem pela emergência de 12 a 15 mil pessoas por mês.

EMERGÊNCIAS
De acordo com o hospital, serão aproximadamente 2,5 mil metros quadrados de área construída e três pavimentos essenciais para continuar e garantir o atendimento emergencial. A construção concentrará todas as portas de entradas de urgência/emergência do SUS (Sistema Único de Saúde) do hospital. Está prevista também uma reforma/readequação do atual pronto-socorro dentro da Estratégia SOS Emergências do Ministério da Saúde.

FINALIZAÇÃO
A assessoria de imprensa do hospital relatou, ainda, que a obra segue no processo de finalização e deverá ser entregue ainda este mês. A direção destacou que o investimento visa à modernização e ampliação das instalações para “atender as pessoas com uma assistência de qualidade e excelência”.

Para Alckmin, o Santa Marcelina será referência para os jogos da Copa do Mundo. “Teremos um belíssimo pronto-socorro para atender à população e também quem vem assistir aos jogos”, explicou o governador.

Deixe um comentário

*