Segurança – Polícia investe em prevenção

Segurança – Polícia investe em prevenção

A ocorrência de furtos em residências abandonadas e o deslocamento de usuários de drogas pelas ruas do Parque São Jorge mobilizou o comando do 51º BPM/M. Entre as ações preventivas, a Polícia Militar realizou uma operação da Comunidade Pau Queimado e prendeu suspeitos de estarem envolvidos com a venda de entorpecentes. Com eles, além de cocaína, crack e maconha, também foram encontrados mais de R$ 4 mil em dinheiro.

De acordo com o comandante do 51º Batalhão, tenente coronel Fernandes da Rocha, a intervenção fez parte de outras ações preventivas de policiamento ostensivo que ainda irão ocorrer na região. Segundo ele, a presença mais efetiva, inclusive com o apoio de outros grupamentos, vai ao encontro dos pedidos da população e também das solicitações entregues pelo presidente da OAB Tatuapé, Leopoldo Luis Lima de Oliveira, e reforçadas pelo vereador Toninho Paiva, presentes em uma reunião com diversos comandantes, no Comando Geral da PM.

Segundo os comandantes, essas operações serão eventuais, mas não gerar prejuízos ao restante do policiamento das áreas atendidas. Fernandes da Rocha aproveitou a oportunidade para pedir aos dois representantes de órgãos como a OAB e a Câmara Municipal, que ajudem na mobilização da zeladoria em ruas e avenidas, de responsabilidade da Prefeitura Regional Mooca. Conforme o tenente coronel, a falta desses cuidados resulta no estado de degradação e abandono no entorno das comunidades “Pau Queimado” e “Esmaga Sapo”.

O comandante da 2ª Cia. do 51º BPM, Edson Serra, frisou ter implementado na região o “Programa Vizinhança Solidária”, abrangendo as ruas Jacinto José de Araújo, Raul da Rocha Medeiros, Ernesto Mariano e do Triunfo, entre outras. Já o vereador, frisou que iria acionar os órgãos da Prefeitura para restabelecer a saúde e o atendimento aos drogados, além das três regionais envolvidas com a região.

Para o presidente da OAB Tatuapé, o bairro precisa de um olhar atento por parte do poder público e a Ordem dos Advogados do Brasil propõe uma ação conjunta. “Segurança envolve todos nós. Não temos uma prefeitura regional em um dos bairros que mais cresce em São Paulo. Sabemos do excelente trabalho desenvolvido pela Regional Mooca, mas sua responsabilidade se estende por quiilômetros. O serviço público, muitas vezes, fica distante da vontade dos moradores”, relatou Oliveira.

Toninho Paiva elogiou a disposição dos comandantes e elogiou o fato da Polícia Militar ter firmado um compromisso de aumentar o trabalho de prevenção na região. O vereador declarou estar pronto para atender à comunidade e lembrou que as instituições públicas precisam investir em educação, no intuito de se evitar problemas futuros na área de segurança.

A reunião, que tratou dos assuntos relacionados ao Parque São Jorge e ao Tatuapé como um todo, ainda contou com a presença do comandante da 1ª Cia. do 8º Batalhão da PM, capitão Felipe Lima Simões; do coronel PM Homero, do coronel PM Hermínio, respondendo pelo Comando de Policiamento da Capital; do tenente coronel PM Valter, representando o Comando do CPA/M-11; do capitão PM Mesquita, na função de Coordenador Operacional do 51º BPM/M; e do major PM Alessandro, comandante interino do 8º BPM/M.

Deixe um comentário

*