São Paulo, 23 a 29 de setembro de 1979 Ano V – nº 230

OBRAS DO METRÔ NÃO VÃO PARAR
O prefeito Reynaldo de Barros afirmou que está fora de cogitação a paralisação das obras do Metrô em São Paulo, pois foi destinada uma verba complementar no plano anunciado pelo ministro dos Transportes, Eliseu Resende, que garantirá seu prosseguimento desde a Lapa até Itaquera. O prefeito salientou que São Paulo será beneficiada com recursos superiores a 7 bilhões de cruzeiros, destinados ao cumprimento do Programa de Transportes Alternativos, lançado em Brasília. Além das obras do Metrô, parte da verba será destinada a compra de mais de mil trólebus pela CMTC.

CAMPANHA DE ARBORIZAÇÃO DA ZL
Solenidade de plantio de mudas de Flamboyant na Praça Silvio Romero, no dia 21, e de plantio de mudas de pau-brasil no Parque do Piqueri, às 11 horas do mesmo dia, deram início à grande campanha de arborização programada pelo Departamento de Parques e Áreas Verdes – Depave. Na Praça Silvio Romero, a iniciativa foi incentivada e organizada pelo Rotary Club de São Paulo – Tatuapé, presidido por Antônio Giaquinto. No Parque do Piqueri, a solenidade foi organizada pelos próprios freqüentadores sob a direção de administrador Sergio Porto.

PREFEITO FALA SOBRE REFORMA POLÍTICA
A alteração do sistema político brasileiro deverá ocorrer o mais breve possível, declarou o prefeito Reynaldo de Barros, ao regressar de Brasília, onde participou de reunião com diversos parlamentares, após afirmar que o bipartidarismo será extinto, dando lugar a diversas agremiações partidárias. Reynaldo disse que integrará o partido do presidente João Figueiredo. Quanto à data em que ocorrerá a reforma política, o prefeito informou que naquele encontro não se falou de data, mas garantiu que será mais rápido do que se espera. “E sem dúvida alguma, nessa ocasião, a arena e o MDB serão extintos”, conclui.

LOTEAMENTOS CLANDESTINOS
Dentro de mais alguns dias, começarão a ser resolvidos os problemas dos 4 mil loteamentos clandestinos de São Paulo. A informação foi dada pelo secretário das Administrações Regionais, Francisco Nieto Martin, o qual acrescentou que os processos referentes a estes loteamentos estão nas regionais de suas respectivas áreas. Os processos serão examinados pelos colegiados constituídos por técnicos das Secretarias das Regionais, Habitação, Finanças e Negócios Jurídicos, de acordo com portaria expedida pelo prefeito Reynaldo de Barros.

VILA CARRÃO COMPLETA 62 ANOS
A Vila Carrão está em festa, comemorando os 62 anos do início de seu povoamento urbano. Partindo do loteamento de suas antigas fazendas e chácaras, algumas dessas deram nome ao bairro, como o antigo “fazendão” do Conselheiro Carrão. Hoje, o bairro se apresenta como centro de influência de uma vasta região que se estende das barrancas do Rio Aricanduva avançando pela baixada da Cidade São Mateus até os confins do município da capital e pelas colinas dos dois lados de Itaquera. Nesse centro mora uma população de várias centenas de pessoas que movimentam as atividades econômicas.

PREFEITO PEDE DEFESA DO VERDE
“Todo o Brasil deve preservar o verde, não só São Paulo.” A afirmação é do prefeito Reynaldo de Barros, ao presidir a cerimônia municipal do início da Primavera. Além do prefeito, todos os secretários do Município plantaram um total de 20 mudas de pau-brasil no Parque do Ibirapuera. Ao abrir a solenidade, o presidente da Associação Brasileira de Prevenção à Poluição e Defesa do Meio Ambiente saudou o prefeito e agradeceu a colaboração do verde. Durante a cerimônia foram distribuídas 500 mudas de piléia e outras 500 de brilhantina.

Deixe um comentário

*