São Paulo, 21 a 27 de outubro de 1979 Ano V – nº 234

A PRAÇA É DAS CRIANÇAS
Com o objetivo de dar às crianças uma nova visão de São Paulo, como uma cidade menos fria e mais humana, a Secretaria Municipal de Esportes e a Paulistur lançaram o programa “A Praça é o Recreio da Criança”. Dez praças da Capital, localizadas, principalmente na periferia, terão programações esportivas e recreativas dedicadas exclusivamente às crianças. Na Zona Leste, as praças que terão atividades infantis são: Padre Aleixo Mafra, em São Miguel; Largo do Rosário, na Penha; Praça Silvio Romero e Largo Nossa Senhora do Bom Parto, no Tatuapé.

PREFEITO COMEÇA A DESPACHAR NAS ARS
O prefeito Reynaldo de Barros despachou pela primeira vez em uma administração regional. Juntamente com vários secretários municipais, Reynaldo de Barros recebeu uma série de pedidos e reivindicações de moradores, sociedades amigos de bairros e entidades de classe, na sede da AR Vila Prudente. Todos os pedidos apresentados foram encaminhados pelo prefeito aos secretários na mesma hora, que forneciam explicações sobre os problemas específicos aos interessados, na presença de vários políticos que atuam naquela região. O prefeito ficou surpreso com a grande quantidade de reivindicações.

FAVELAS TERÃO CENTROS COMUNITÁRIOS
Os centros comunitários que a Prefeitura construirá, numa primeira etapa, em 19 das 36 favelas beneficiadas pelo Programa de Melhoria das Favelas de São Paulo, implantado pelo prefeito, já estão com seus projetos prontos. A medida visa beneficiar cerca de três mil famílias que residem nesses aglomerados urbanos, localizados na periferia da cidade. A idéia surgiu com a criação do Fundo de Atendimento à População Residente em Habitação Subnormal (Funaps). Esses centros serão edificados em áreas municipais e centralizarão clubes de mães, Mobral e assistência médica-dentária.

A IMPORTÂNCIA DAS FEIRAS LIVERS
A importância das feiras livres no processo de abastecimento da população paulistana pode ser medida por serem responsáveis pela distribuição de 80% dos produtos hortifrutigranjeiros. Isso foi destacado pelo prefeito Reynaldo de Barros, ao justificar a decisão de criar as “feiras de emergência”. Atualmente, são 609 feiras livres funcionando semanalmente na cidade, numa média de 90 a 100 por dia. O prefeito destacou que a oficialização dessas feiras não significa sua continuidade, em vista de exigências da atual legislação que disciplina seu funcionamento.

POSTOS DE GASOLINA AMPLIAM ATIVIDADE
Com o objetivo de aliviar a crise atualmente enfrentada pelos postos de gasolina, em conseqüência da crise de energia, o prefeito Reynaldo de Barros enviou à Câmara Municipal projeto de lei que autoriza esses estabelecimentos a venderem produtos acessórios ou compatíveis com os usos hoje admitidos. Hoje, os postos só podem comercializar produtos ligados ao abastecimento de veículos. “Proibir esses estabelecimentos de venderem refrigerantes, por exemplo, poderia agravar a situação do comércio, provocando crise e desemprego”, afirmou o prefeito.

PREFEITO DEFINE ATUAÇÃO DE CONSELHOS COMUNITÁRIOS
O prefeito Reynaldo de Barros definiu as formas de atuação dos conselhos comunitários que estão sendo construídos em todo o município, com o objetivo de auxiliar a administração na proteção e execução de melhoramentos para a cidade de São Paulo. Na ocasião, o prefeito afirmou que “os conselhos comunitários poderão nos ajudar a realizar uma série de obras e benfeitorias, pois seus membros terão o dever de indicar as prioridades de trabalho para as Administrações Regionais de suas respectivas regiões.”

Deixe um comentário

*