Rua Elie Sarfatis: resultados aparecem

Rua Elie Sarfatis: resultados aparecem

A luta dos moradores da região do Parque São Jorge, no Tatuapé, para tornar a região mais segura começa a dar resultados. Com a mobilização, o apoio dos vereadores Adolfo Quintas e Edir Sales, em conjunto com o trabalho do Ministério Público, as pessoas conseguiram solucionar os problemas ligados a um antigo casarão localizado na Rua Elie Sarfatis, esquina com a Avenida Celso Garcia.

RETOMADA

Na última segunda-feira, dia 27, a Justiça determinou a retomada da posse do local que havia sido invadido por usuários de drogas e moradores de rua. Segundo o presidente do Conseg, Rogério Félix Martins, a resolução só ocorreu por conta do envolvimento de quem reside no bairro e das polícias Militar e Civil. Conforme ele, em nenhum momento a Subprefeitura Mooca deu suporte para tentar resolver a questão.

VITÓRIA

Após a audiência pública organizada pela Câmara Municipal, na Unicid, em 30 de abril, todos os órgãos responsáveis em propor soluções foram contatados. Para o presidente, infelizmente, a maioria não se dispôs a ajudar os moradores mas, mesmo assim, uma vitória foi conquistada. “Depois que o prédio foi invadido, moradores e comerciantes do entorno estavam aflitos. Isso porque, dependendo do horário, viciados saíam do terreno para roubar os pedestres, levando celulares, bolsas, carteiras e outros objetos pessoais. Quanto aos “carroceiros”, eles espalham lixo reciclável, entulho, restos de móveis, de aparelhos eletrônicos e outras bugigangas na rua e na própria avenida”, contou Martins.

AGRADECIMENTO

Após a determinação judicial e muita pressão popular, a área foi reocupada, voltando ao proprietário que, conforme os moradores, tem a intenção de investir no lugar. No dia 27, também, depois da saída das pessoas que viviam no local irregularmente, tratores foram levados ao endereço e limparam todo o terreno. A empresa de demolição ainda derrubou algumas paredes que estavam sob o risco de cair. “A batalha está no começo, porém, desde já agradeço aos moradores, comerciantes, MP, vereadores, PM e a esta Gazeta, na colaboração e divulgação das dificuldades da região”, ressaltou o presidente.

Deixe um comentário

*