Qual é o seu sonho? Ação no Tatuapé foi atrás da resposta

Qual é o seu sonho? Ação no Tatuapé foi atrás da resposta

No último domingo, dia 18, o Parque Esportivo dos Trabalhadores (PET) Anália Franco foi palco de um evento bem diferente: o “Transition Town” – 1ª ação para transformação do Tatuapé. Através do “Tapete dos Sonhos”, as pessoas, de todas as idades, puderam expressar os seus desejos.

Com um giz de lousa na mão, em menos de uma hora várias mensagens tomaram conta de uma das alamedas do espaço de lazer.

Elas foram expressas através de palavras, desenhos e frases. “Paz”, “coreto na praça”, “respeito no trânsito”, “um mundo mais humano”, “crença em Deus”, “coletividade”, “amor”, “alegria”, “pista de skate”, “ciclovia”, “jardins orgânicos”, “um Brasil mais justo”, “harmonia”, “mais árvores” e “mais natureza” foram alguns dos pedidos.

COLETIVO
Aqueles que liam as inúmeras declarações que minuto a minuto iam sendo idealizadas ali no chão logo percebiam que as mensagens, embora muito pessoais, visavam o todo. E, assim, o “Tapete dos Sonhos” foi atraindo mais e mais frequentadores.

Muitos, inclusive, buscaram informações sobre o projeto e de como participar. Para deixar o clima ainda mais agradável e chamar a atenção, o quinteto Yabba Dabba Jazz embalou os presentes.

NOS BAIRROS
Como a ideia central do projeto é que cada sociedade use a criatividade para fazer as mudanças necessárias, para chegar a este objetivo nas grandes cidades uma alternativa é fazer a transição pelos bairros.

“O projeto foi criado pelo inglês Rob Hopkins para tornar as cidades mais sustentáveis, ligadas à natureza. E deu muito certo. Tanto é que se espalhou pelo mundo. A consultora de bem-estar, Juliana Romantini, abraçou a ideia e hoje estamos aqui com o apoio da administração do parque, da Porte Construtora e da Spazio, que têm esta preocupação e querem divulgar a proposta”, explicou Kethlin de Melo Cordeiro, gestora do Instituto Melo Cordeiro.

IDEIAS
Já que um dos caminhos do “Transition Town” é despertar os talentos existentes nas pessoas e aproveitá-los em ações locais, o grupo resolveu ir até o PET e fazer a seguinte pergunta: qual é o seu sonho?

“A ideia é observar o lado bom e criar ações em cima disso. Levamos o projeto a uma comunidade de Ferraz e o resultado foi muito legal. Não adianta olhar somente o negativo. Precisamos estimular a visão positiva nas pessoas e unir forças para tornar um determinado ambiente ainda melhor. Esta transformação também deve ser pessoal. Mudar hábitos, atitudes. Por que não dormir mais cedo e acordar cedo para aproveitar a vida? Por exemplo. Olha que dia lindo está fazendo hoje. Olha que legal este parque. Caminhar, fazer exercícios, meditar…”, indicou Juliana.

ENCONTRO
No dia 29 de maio, às 19h30, os organizadores do “Transition Town” – 1ª ação para transformação do Tatuapé – vão se reunir para falar sobre a ação realizada no domingo e também para apresentar um plano de bairro. O encontro irá acontecer no Espaço Harmonia, na Rua Antonio Camardo, 743.

Mais informações podem ser obtidas através do e-mail : j.romantini@hotmail.com.

Deixe um comentário

*