Pior nível

O volume acumulado no Sistema Cantareira caiu pela primeira vez abaixo dos 11% na terça-feira, 29 e ficou em 10,9%. A queda foi de 0,1%, já que na segunda-feira, 28, o nível era de 11%. Sexta-feira, 25, foi o último dia em que choveu na região dos reservatórios, quando foi registrado 0,1 mm de chuva. A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) realiza obras emergenciais, desde o dia 17 de março, para retirar água do fundo dos reservatórios do Sistema. Segundo a companhia, o “volume morto” conseguirá abastecer a Grande São Paulo por quatro meses e deve começar a ser usado entre julho e agosto.

Deixe um comentário

*