Petrobras

A Polícia Federal prendeu o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, em sua casa, na Barra, no Rio de Janeiro. A prisão foi fundamentada na acusação de que havia risco de fuga. Costa escondeu da polícia que tinha um passaporte português e contas na Suíça com saldo de U$ 23 milhões. Ele havia sido solto pelo ministro Teori Zavascki após passar 59 dias na prisão no âmbito da “Operação Lava Jato”.

Deixe um comentário

*