PET Anália ganha obra de arte

PET Anália ganha obra de arte

No feriado de 1º de maio, às 10 horas, o Parque Esportivo dos Trabalhadores (PET) – Anália Franco, antigo Ceret, recebeu a instalação “Jano Jovem e Jano Sênior”, do artista Valdir Rocha.

A escultura, que possui duas faces na mesma cabeça, é fundida em bronze, tem 2,35 metros de altura e 2,67 de comprimento, 95 centímetros de profundidade e pesa cerca de 850 quilos.

jano velho - carol

A obra possui também uma peculiaridade: é a primeira escultura de Jano, que se tem notícia, com os olhos vazados. Isso permite a passagem de luz solar e a interação do público, que vai poder enxergar através dos olhos do personagem. Jano também ganhou refletores, para que tenha destaque de noite.

HISTÓRIA
Jano (em latim Janus) foi um deus romano que deu origem ao nome do mês de Janeiro. A figura de Jano é associada a portas (entrada e saída), bem como a transições. A sua face dupla também simboliza o passado e o futuro. Jano é o deus dos inícios, das decisões e escolhas. O maior monumento em sua glória se encontra em Roma e tem o nome de Ianus Geminus (gêmeos Jano).

ARTISTA
O artista Valdir Rocha, que é conhecido por trabalhar a questão do tempo e a figura do homem em sua trajetória, fez a doação de sua obra ao PET por que acredita que é “importante ela estar em um lugar público e bonito”, e contou também que apesar de ter três opções de escolha na hora de decidir em qual parque a escultura ficaria, não teve dúvidas com relação ao PET, que segundo ele foi empatia a primeira vista.

Deixe um comentário

*