PCC

Vans que trabalhavam como permissionárias para a Prefeitura de São Paulo foram usadas por integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) para lavar dinheiro obtido com o tráfico de drogas, segundo denúncia feita à Justiça contra duas pessoas pelo Ministério Público Estadual (MPE). A acusação diz que os suspeitos movimentaram cerca de R$ 1 milhão entre 2004 e 2007, quando foram presos.

Deixe um comentário

*