Passarela da Arena fica sem obras

Passarela da Arena fica sem obras

Constantes atos de vandalismo estão destruindo a passarela criada para atender moradores e torcedores que vão à Arena Corinthians, em Itaquera. Com início na Rua Boipeva, ela atravessa a Avenida Radial Leste e as linhas do Metrô e da CPTM, dando acesso à própria avenida, sentido bairro, e a uma das entradas do estádio.

Primeiro os vândalos picharam toda a passagem, por dentro e por fora. Depois, ladrões furtaram todas as lâmpadas. Na sequência, foram os fios, corrimãos e em seguida os vidros. Em uma das oportunidades, chegaram a ser refeitas fiações novas para a colocação de refletores improvisados, mas os mesmos também foram furtados. Com a degradação do equipamento, novos furtos de vidros continuaram e ainda permanecem.

Atualmente, da passarela, entregue em 2014, só restou a estrutura e a cobertura. No local não há nenhum tipo de preocupação com a segurança dos usuários e a zeladoria do espaço, pois não existem câmeras. Ou seja, não foram registradas imagens que pudessem ajudar as polícias Militar e Civil a encontrar os envolvidos na destruição. Com o descaso, a passagem fica deserta durante o dia e à noite, principalmente pelo medo de furtos, roubos e estupros.

Secretaria não se pronunciou”

De acordo com a Dersa SA, a Secretaria Municipal de Obras é a responsável pela manutenção da passarela. Porém, como o trabalho não vem sendo feito, o custo dos reparos só aumenta. Caso a Prefeitura inicie a recuperação da passagem esse ano, sem contrato emergencial, provavelmente haverá abertura de licitação, escolha da empresa responsável e aprovação de projeto. Para que todo o processo ocorra, serão mais seis meses de espera. Nesse período, moradores, torcedores e motoristas que transitam sob o equipamento terão de rezar para não acontecer algo mais grave.

Por enquanto, nem a SMSO e nem o Sport Club Corinthians se posicionaram a respeito da recuperação do patrimônio pertencente à cidade, mas também ligado ao nome do clube e à construção da Arena para a Copa.

Deixe um comentário

*