Parque do Belém: PM assume limpeza e segurança no local

Parque do Belém: PM assume limpeza e segurança no local

Após ocupar um dos prédios existentes dentro do Parque do Belém, o 51º Batalhão da Polícia Militar tomou para si a responsabilidade de cuidar não só da área de lazer, mas de seu entorno. A partir daí, uma das primeiras medidas adotadas pelo comando foi o de retomar a calçada da Rua Nelson Cruz, anteriormente ocupada por contêineres, carros e caminhões, que também ficavam estacionados sobre o passeio.

CONSCIENTIZAÇÃO
De acordo com o major Miguel Elias Daffara, do 51º BPM/M, a limpeza da área pertencente ao parque, na semana passada, só foi possível depois de ser feito um trabalho de aproximação e conscientização com os moradores da Comunidade Nelson Cruz, que estão em frente ao espaço cultural. Segundo o major, ele esclareceu as pessoas de que a conservação do local traria benefícios para todos. “Assim, conseguimos estabelecer novas regras de convívio no parque e criar um ambiente acolhedor”, completou Daffara.

VÁRIOS MESES
Há vários meses esta Gazeta havia alertado a Subprefeitura Mooca e a Secretaria Estadual da Cultura sobre o lixo que ficava, inclusive, ao lado da placa indicativa da Fábrica de Cultura. Em abril, a informação da Prefeitura foi a de que no local era feita a coleta domiciliar de lixo orgânico. Além disso, relatou o fato de fazer, a cada dois dias, o recolhimento de entulho e grandes volumes. No período, a subprefeitura ressaltou que uma equipe iria ao endereço para examinar as condições das calçadas e determinar responsabilidades.

FÁBRICAS
Ainda em abril, Reinaldo Couto, responsável pelas Fábricas de Cultura e Catavento Cultural e Educacional, havia dito que o entulho nas calçadas da Rua Nelson Cruz não foi produzido pela Fábrica, portanto, não era da atribuição dela retirá-lo. Por isso, a responsabilidade seria de outro órgão público.

RECUPERAÇÃO
Agora, após a solução do problema, a PM dará sequência à recuperação do local com a colocação de novas grades na parte externa do parque e a preservação do calçamento. Conforme o major Daffara, uma viatura também ficará estacionada próximo à esquina da Avenida Celso Garcia com a Rua Nelson Cruz. A intenção, declarou ele, é garantir maior proteção aos pedestres, moradores do entorno e visitantes.

DENTRO DO PARQUE

Pista de skate ficou mais segura com a PM e número de frequentadores aumentou

Pista de skate ficou mais segura com a PM e número de frequentadores aumentou


Com relação à parte interna do centro de cultura e lazer, Daffara foi enfático ao afirmar que, desde a implantação da base da PM no local, foram estabelecidas regras na apropriação dos espaços, como pistas de skate, quadras, pistas de caminhada, entre outras áreas. “O lugar reservado aos skatistas, por exemplo, recebeu uma atenção especial, pois havia denúncias de uso de drogas e furtos”, disse.

DESCOBERTA
Para o major, infelizmente as acusações eram verdadeiras e, desde a descoberta, policiais passaram a conversar com os jovens praticantes do esporte. “A presença da PM e o diálogo com eles resultaram no afastamento dos suspeitos, na diminuição dos crimes e, ainda, numa maior preservação do espaço”, explicou. Atualmente, Daffara adiantou que o parque começa a vivenciar um novo momento. “Notamos o aumento da frequência de visitantes, tanto de famílias quanto de adultos e idosos caminhando. Além disso, as próprias crianças e jovens da Comunidade Nelson Cruz descobriram as possibilidades de aprendizado e de diversão oferecidos pelo parque”, finalizou.

Deixe um comentário

*