ONU

A relatora da ONU que criticou o governo paulista pela crise de abastecimento de água disse ter sido surpreendida pelo ofício enviado pelo governador Geraldo Alckimin (PSDB) ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, cobrando retenções da entidade. Em agosto, a portuguesa Catarina Albuquerque esteve em Campinas, quando declarou acreditar que o governo paulista não tinha feito investimentos necessários para evitar a atual crise. “Eu não retiro nada daquilo que eu disse. O que eu disse, poderia dizer sobre qualquer país do mundo [que passe por um contexto de seca]”.

Deixe um comentário

*