OBRA SOCIAL DOM BOSCO – PepsiCo realiza projeto-piloto em Itaquera

OBRA SOCIAL DOM BOSCO – PepsiCo realiza projeto-piloto em Itaquera

A PepsiCo, segunda maior empresa de alimentos e bebidas do mundo, atenta às necessidades e envolvida nas causas sociais nas comunidades em que opera, realiza, nos dias 3 e 10 de outubro, na Obra Social Dom Bosco, em São Paulo, o projeto “Transformando Comunidades”.

Idealizado pelos funcionários da companhia para que seja executado pelos próprios colaboradores, o projeto visa fortalecer o envolvimento da empresa com a comunidade local, aproveitando a experiência, o talento e a sensibilidade de cada funcionário para fazer a diferença em seu entorno.

A planta da PepsiCo em Itaquera, responsável pela fabricação da marca Lucky, salgadinhos Fofura e Torcida, é uma das seis unidades da companhia que está implementando o projeto neste ano, que em 2015 será levado para todas as 16 fábricas da PepsiCo no Brasil. Cada unidade, por meio de um comitê formando por colaboradores voluntários, irá escolher uma entidade local para ser beneficiada. A Obra Social Dom Bosco, escolhida pela planta, receberá a revitalização de brinquedotecas em dois de seus abrigos, além da doação de equipamentos, como liquidificadores industriais, micro-ondas, entre outros

“A gente mapeou junto com o padre Renato as necessidades de cada unidade, que vão desde uma brinquedoteca, até necessidades mais pontuais, como uma secadora de roupa e a reestruturação de um refeitório. Nós concentramos as ações desses dois dias para que a gente pudesse interagir com as crianças, para tivéssemos esse momento. Queríamos levar um pouquinho do nosso dia a dia e também trazer um pouco do dia a dia deles para a nossa realidade. Essa atitude traz benefício para as duas pontas.

Mas eu sou suspeita para falar. Porque eu amo de paixão causas sociais e acho que nada nessa vida é por acaso. Conseguir fazer com que o projeto social piloto da PepsiCo no Brasil, fosse aqui, é um momento único. Eu espero que a gente deixe uma marquinha no coração de cada um deles”, comentou a gerente de cidadania corporativa da PepsiCo do Brasil, Cristiane Lopes.

AÇÕES
Além das melhorias na infraestrutura, no dia 10 de outubro a companhia também realizará diversas atividades com as crianças e adolescentes atendidas no abrigo, como palestras, contação de histórias, bate-papo entre os estagiários da companhia e os adolescentes do abrigo sobre mercado de trabalho, empregabilidade, entre outros, que envolverão funcionários e executivos da empresa. Atividades voluntárias similares serão realizadas simultaneamente em outras unidades da PepsiCo na região de Saccaf (demais países da América Latina com exceção do México), integrando o Dia do Voluntariado PepsiCo.

Além das melhorias na infraestrutura, a companhia também realizará diversas atividades com as crianças e adolescentes atendidas no abrigo

Além das melhorias na infraestrutura, a companhia também realizará diversas atividades com as crianças e adolescentes atendidas no abrigo

O projeto “Transformando Comunidades” visa fortalecer o envolvimento da empresa com a comunidade local

O projeto “Transformando Comunidades” visa fortalecer o envolvimento da empresa com a comunidade local

A gerente de cidadania corporativa da PepsiCo do Brasil, Cristiane Lopes e padre Renato, responsável pela gestão do abrigo desde 2010

A gerente de cidadania corporativa da PepsiCo do Brasil, Cristiane Lopes e padre Renato, responsável pela gestão do abrigo desde 2010

“O primeiro contato da PepsiCo com a gente, esse ‘estar junto’, esse calor da presença, já foi desde o começo muito interessante. Fomos afinando nossa parceria. O projeto ‘Transformando Comunidades’ tem o intuito de promover  a responsabilidade social, algo que tem tudo a ver com a Obra Social Dom Bosco. Então ser escolhido é uma alegria imensa. Só da visita delas, no primeiro dia, ao dizer ‘olha vocês existem e nós estamos interessados em ver o que vocês fazem de bonito’, já foi uma coisa maravilhosa”, disse o padre Renato, responsável pela gestão do abrigo desde 2010.

Ele ainda fez questão de ressaltar a importância do projeto. “As crianças e adolescentes do abrigo, possuem uma história de vida, muitas vezes complicada. Elas estão fora do convívio familiar e encontram-se aqui por determinação da justiça, da secretaria de assistência social ou então por conta do conselho tutelar. Então nós viramos a família delas. Aí entra a família PepsiCo – que tem rosto definido, não é só uma empresa, tem gente de verdade. Eu acho que isso é magnífico”, finalizou.

OBRA SOCIAL DOM BOSCO
A Obra Social Dom Bosco atua na região de Itaquera há mais de 15 anos, abrigando e acolhendo crianças de 0 a 17 anos e 11 meses, em situação de vulnerabilidade social. São oito casas, com uma média de 22 crianças em cada lar, cerca de 190 beneficiados, que, além de moradia, alimentação e escola, proporcionam um desenvolvimento social de cada criança. Ao todo a entidade realiza cerca de 5 mil atendimentos diários, promove 22 cursos, atividades culturais, reforço escolar, além de atividades no centro de formação e cultura.

TRANSFORMANDO COMUNIDADES
Criado e desenvolvido em alguns países da América Latina, o programa prevê a realização de trabalhos comunitários com base em três pilares: melhorias de infraestrutura, organização comunitária e desenvolvimento de habilidades humanas. Dentro desses pilares, as iniciativas devem ter como foco melhorar o acesso a recursos como água e educação, capacitação feminina e desenvolvimento infantil.

Deixe um comentário

*