‘O desvio do peixe’

‘O desvio do peixe’

Ao entrar no teatro, uma luz fraca sugere proximidade entre público e atores. Abajures demarcam cada um dos cômodos, que são separados por uma planta baixa. Cadeiras e pequenos armários de aço escovado brilhante estão posicionados nos quartos. Logo atrás, preso em um aquário de 1,80 metro por 1,20 metro, o peixe Tom nada sozinho em aproximadamente 100 litros de água.

Ele faz lembrar a impotência, o isolamento e a pequenez do indivíduo em uma grande metrópole. Essa é a ambientação de “O Desvio do Peixe no Fluxo Contínuo do Aquário”. A peça, da Cia. Artehúmus de Teatro, estreia amanhã, 29, no Espaço Beta do Sesc Consolação (3º andar), às 20 horas. A direção e dramaturgia são assinadas por Evill Rebouças. Os ingressos custam de R$ 2,00 a R$ 10,00.

As histórias dos cinco personagens do espetáculo se complementam. João Paulo (Edu Silva) e Dalva (Solange Moreno), pais de Téo (Daniel Ortega), trocam juras de amor o tempo inteiro, mas não conseguem concluir nenhuma conversa ou compreender o que o outro quer dizer, como se estivessem próximos, mas também muito distantes. Local: Rua Dr. Vila Nova, 245 – Vila Buarque.

Deixe um comentário

*