Novos policiais são empossados

Novos policiais são empossados

Na última segunda-feira, 12, o governo do Estado realizou a formatura de 559 novos policiais, com 302 agentes policiais, 117 agentes de telecomunicações, 22 auxiliares de necropsia, 42 médicos legistas e 76 peritos criminais.

Outros 360 investigadores também foram empossados e iniciarão o curso de formação. Com isso, o efetivo das polícias Civil e Técnico-Científica do Estado de São Paulo recebe o reforço de 919 novos policiais, que serão destinados a unidades de todas as regiões do Estado.

ESTÁGIO
O governo, por meio do programa São Paulo Contra o Crime, lançado em maio do ano passado, está fazendo contratações para as polícias Civil e Técnico-Científica, com 3.981 novas vagas. O investimento anual com todas as contratações do programa será de R$ 305 milhões.

Do total dos formados, 140 policiais são de vagas do programa, que começam a trabalhar após realização de concurso, treinamento policial e estágio obrigatório. As turmas de auxiliares de necropsia, médicos legistas e peritos criminais contam com os primeiros formandos do programa.

INVESTIGADORES
Em fevereiro, outros 84 peritos já haviam se formado. Estão em andamento, também, outros nove concursos que vão contratar mais 3.297 policiais para as duas instituições, além de 600 oficiais administrativos e 84 técnicos de laboratório para a Polícia Técnico-Científica.

Serão selecionados, nesses concursos, 1.384 investigadores, 788 escrivães, 129 delegados, 89 atendentes de necrotério, 447 peritos, 140 médicos legistas, 120 fotógrafos técnico-periciais, 55 desenhistas técnico-periciais e 145 auxiliares de necropsia.

INÍCIO IMEDIATO
Somados, os seis processos seletivos que escolheram os 919 policiais tiveram mais de 220 mil inscritos. Do total de formandos e empossados, 770 são homens e 149 mulheres.

Os 559 recém-formados já concluíram o estágio de um mês e começam a atuar nas unidades policiais. Os 360 investigadores ingressarão agora no curso de formação da Academia de Polícia Civil, que tem duração de três meses e meio, além de 60 horas de palestras.

INTELIGÊNCIA
Entre as disciplinas e palestras estão criminalística, direitos humanos, inteligência policial, polícia comunitária, Estatuto da Criança e do Adolescente, técnicas de abordagem, gerenciamento de crises, socorros de urgência, nova Lei Seca, entre outras.

Segundo Alckmin, os policiais civis, técnico-científicos e militares receberam reajuste de 36,59% desde 2011, quase o dobro da inflação do período, que foi de 19,38%, de acordo com o IPCA.

RECÉM-FORMADOS
No final do ano passado, o governador sancionou duas leis complementares para valorização das carreiras da Polícia Civil. A primeira eleva o salário inicial do delegado em torno de 25%. A segunda, para escrivães e investigadores, prevê aumentos em duas etapas que podem chegar a 17,5%. Os 559 policiais recém-formados serão destinados à capital (157), Grande São Paulo (79) e interior (323).

Deixe um comentário

*