MULTAS EM CORREDORES – Feriados exigem mais atenção

MULTAS EM CORREDORES – Feriados exigem mais atenção

A circulação de veículos de passageiros e uso misto nos corredores de ônibus é permitida, desde que se respeitem dias, horários, corredores específicos e outras restrições determinadas pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Durante a semana e aos sábados e domingos os motoristas estão acostumados a ver as proibições registradas nas placas de sinalização existentes. Apesar disso, circular nos feriados ainda gera confusões e multas.
De acordo com o site da CET, nos dias úteis os veículos podem circular das 23 às 4 horas. No fim de semana, a circulação pode ocorrer das 15 horas do sábado, às 4 horas de segunda-feira. Nos feriados, os motoristas podem entrar no corredor de ônibus de zero hora às 4 horas do dia seguinte.

ONDE PODE
No entanto, a circulação no feriado só é válida para determinados corredores. São eles: Pirituba/Lapa/Centro, Inajar/Rio Branco/Centro, Campo Limpo/Rebouças/Centro, Santo Amaro/Nove de Julho/Centro, Jardim Ângela/Guarapiranga/Santo Amaro, Capelinha/Ibirapuera/Centro, Parelheiros/Rio Bonito/Santo Amaro, Itapecerica/João Dias/Centro e Paes de Barros. Mesmo assim, as pessoas devem se atentar às restrições específicas de velocidade que podem ser diferentes das outras faixas da via. Essas restrições são válidas para qualquer tipo de veículo ou horário.

SINALIZAÇÃO
Diante dessa realidade, esta Gazeta questionou a CET com relação ao fato de abrir a circulação para alguns corredores e para outros não. Além disso, este semanário indagou a empresa sobre o porquê do impedimento da circulação de carros em todos os locais se os paulistanos não vão ao trabalho. A reportagem também perguntou se haveria a possibilidade de incluir nas placas de sinalização dos corredores, que estão fora da lista estabelecida pela Companhia, a informação de proibição de circulação. A falta de informação tem prejudicado motoristas da cidade e de fora de São Paulo.

O OUTRO LADO
A assessoria da Companhia informou que não existe uma regra única para definição dos horários de funcionamento da faixa exclusiva e sim uma composição de fatores, como as condições do tráfego geral, o uso do solo (áreas comerciais com demanda de estacionamento) e o volume de ônibus (que varia de acordo com o horário e picos de usuários de manhã – sentido centro – e à tarde – sentido bairro). Conforme a CET, existem mais de 20 horários diferentes de operação das faixas exclusivas na cidade.

Segundo a empresa, a maioria das faixas opera de segunda a sexta-feira, das 6 às 9 horas, no sentido centro, e das 17 às 20 horas, no sentido bairro. No sábado os corredores funcionam das 6 às 14 horas.

A Companhia relatou, também, que nas vias onde existe maior quantidade de faixas disponíveis para o tráfego geral e não tem muita variação no volume de ônibus ao longo do dia, a operação é realizada de segunda a sexta-feira, das 6 às 20 horas, e de sábado, das 6 às 14 horas. A CET salientou que estes horários são sempre avaliados, buscando melhores resultados para velocidade operacional do ônibus.

Deixe um comentário

*