Luta pelo Parque Vila Ema continua

Luta pelo Parque Vila Ema continua

O movimento em prol do Parque Vila Ema continua vivo com os moradores tentando reconquistar uma área que está localizada na Avenida Vila Ema, esquina com a Rua Batuns. Antiga chácara de imigrantes alemães, o local possui 477 árvores, algumas reconhecidas como espécies raras, além de nascentes de água. De acordo com documentos levantados até agora, o terreno tem um decreto estadual de proteção de vegetação dos anos 80 e a Rua Batuns não tem largura suficiente para comportar o empreendimento proposto pela construtora responsável pelo lugar.

Por enquanto, existem ações do Ministério Público em andamento a pedido dos organizadores do movimento, com o apoio da Promotoria do Meio Ambiente e Urbanismo do MP Estadual. O morador Fernando Sálvio, que também coordena o grupo em defesa do espaço verde, informou que existe uma proposta de permuta da construtora para a Prefeitura. A intenção da empresa é conseguir incluir o terreno na obtenção de outorga onerosa para que o mesmo possa ser tornado oficialmente um parque. Atualmente, está em vigência no lugar um Decreto de Utilidade Pública (DUP). Esse documento impede que a área verde seja derrubada para a construção de torres de apartamento.

Lugar também tem importância histórica”

A luta dos moradores já dura pelo menos sete anos, com diversas manifestações públicas na rua, pela Internet e em redes sociais. Os participantes das manifestações afirmam que a Vila Ema necessita de áreas verdes e não poderia perder esse lugar por sua importância histórica e também como área de preservação ambiental.

Com dezenas de árvores frutíferas e espaços que poderiam ser voltados para implantação de playgrounds, aparelhos de ginástica e realização de piqueniques, a vontade de quem vive na região é a de manter o lugar intacto com relação ao crescimento imobiliário. Para conquistar esse objetivo as discussões permanecem e os organizadores mantêm uma página no Facebook na qual os interessados em defender a causa podem expor suas ideias e projetos ambientais. Quem quiser mais informações e participar do engajamento pode buscar o Viva o Parque Vila Ema.

Deixe um comentário

*