LIXO NO BOM PARTO – Horário não é respeitado

LIXO NO BOM PARTO – Horário não é respeitado

O Largo do Bom Parto ainda passa por problemas com relação ao lixo e descarte de móveis e entulho. Na última quarta-feira, 29, por volta das 17 horas, a reportagem desta Gazeta encontrou pelo menos dois pontos cheios de sacos pretos, madeiras e outros materiais. No entanto, de acordo com o site da Loga Logística Ambiental de São Paulo, responsável pela coleta no local, a retirada do material do lugar só é feito de segunda-feira, às 23h10, quarta-feira, às 22 horas e sexta-feira, às 22h45.

MÁ ATITUDE
Diante disso, muitos moradores e comerciantes reclamam da atitude de algumas pessoas que colocam o lixo na rua no horário errado. Isso porque os sacos ficam expostos aos cachorros e também aos moradores de rua que costumam abrir os invólucros para retirar latas de alumínio e garrafas de plástico, entre outros recicláveis. O problema está relacionado ao fato de alguns “carroceiros” não amarrarem os sacos novamente após a escolha.

CONTÊINERES
Ao invés das pessoas utilizarem os contêineres existentes no largo para recolher material reciclável, elas preferem jogar o material nas esquinas. A ação, segundo Paulino de Souza, vem degradando o local, já afetado por outras dificuldades. Ele lembrou de alguns jovens que se reúnem para usar drogas e narguile na área, e da falta da Base Comunitária da GCM, no Bom Parto em vários momentos.

BICHOS
O material que está sendo depositado junto às árvores começou a atrair ratos e baratas. Além disso, as muretas do largo estão todas pichadas e as áreas destinadas aos jardins precisam ser revitalizadas. Quanto às papeleiras, precisam ter o lixo recolhido, pois estão lotadas. De um modo geral, os frequentadores relatam que o largo está entre os lugares mais tranquilos para se caminhar, fazer exercício e conversar. Contudo, necessita do respeito de todos.

Deixe um comentário

*