Lixeiras – Vandalismo preocupa

Lixeiras – Vandalismo preocupa

De acordo com informações do Limpurb – o departamento de limpeza urbana da cidade, o Tatuapé e região contam com milhares de lixeiras que podem ser vistas em importantes vias do bairro, como as ruas Cantagalo, Monte Serrat, Itapura e Serra de Bragança, e também nos principais cruzamentos do Tatuapé. A durabilidade destes equipamentos, no entanto, esbarra num problema generalizado do País: o vandalismo.

Segundo o órgão competente, algumas lixeiras são pichadas, quebradas ou furtadas no mesmo dia em que são instaladas. A estimativa é de que seja necessária a troca anual de 30% destas lixeiras, tanto por furto como por depredação.

UTILIZAÇÃO CORRETA
Esses equipamentos, também conhecidos como papeleiras, estão à disposição nas vias públicas para que a população descarte pequenos resíduos de seu uso em trânsito, como papéis, latas, restos de sanduíches. Não deve ser descartado seu resíduo domiciliar.

MANUTENÇÃO
A instalação e manutenção é feita pelas empresas que fazem a varrição na cidade.

De acordo com o Limpurb, todas as lixeiras devem ser esvaziadas de acordo com a frequência de varrição da via. Por exemplo, se a via conta com varrição duas vezes ao dia, as lixeiras devem ser esvaziadas nessas duas vezes.

Deixe um comentário

*