Linha 4-Amarela tem mais  uma estação inaugurada

Linha 4-Amarela tem mais uma estação inaugurada

O governador Geraldo Alckmin inaugurou no dia 15 de novembro a estação Fradique Coutinho da Linha 4-Amarela. As obras foram executadas pelo Metrô e esta é a sétima estação a ser entregue no trajeto operado pela ViaQuatro. A estimativa é de que sejam beneficiadas mais de 15 mil passageiros/dia e, desde ontem, sábado, dia 22, a linha opera no horário comercial do sistema metroviário.

CONEXÃO NA REPÚBLICA
Ao longo de seu trajeto, de 9,8 km e sete estações, a Linha 4 faz conexão com a Linha 9-Esmeralda, na estação Pinheiros, que está conectada à Linha 5-Lilás; com a Linha 2-Verde, na passagem das estações Paulista para Consolação; com a Linha 3-Vermelha, na estação República; e com a Linha 1-Azul, na Estação Luz, onde também há integração com as linhas 7-Rubi e 11-Coral da CPTM.

OBRAS EM ETAPAS
A construção plena da Linha 4-Amarela foi dividida em três fases, sendo que a primeira, iniciada em 2004, compreendeu o trecho entre as estações Butantã e Luz. As estações Faria Lima e Paulista foram entregues em 2010, enquanto que Butantã, Pinheiros, República e Luz, em 2011.

A fase atual teve as suas obras iniciadas em abril de 2012 e compreende a construção das estações Vila Sônia, São Paulo-Morumbi, Fradique Coutinho, Oscar Freire e Higienópolis-Mackenzie, tendo estas duas últimas previsões de entrega para 2015.

A partir de 2016 serão entregues as estações São Paulo-Morumbi e Vila Sônia (que contará com um terminal de ônibus para atender os moradores da região e de Taboão da Serra) e do túnel de 1,5 km para acesso ao pátio de manobras de trens.

TERCEIRA ETAPA
Quando concluídas as fases 1 e 2 de construção, a Linha 4-Amarela terá 12,8 km de extensão e um total de 11 estações. A terceira etapa, entre Vila Sônia e Taboão da Serra, já tem seu projeto funcional concluído e o projeto básico deve começar em 2015. Atualmente estão sendo feitas as investigações geotécnicas e topografia.

Deixe um comentário

*