Labirinto do Amor

Labirinto do Amor

Costurar, pintar e bordar o amor. Enfeitar e dar graça a desilusões, tropeços, desavenças. É assim que o artista plástico Jorge Fonseca concebe sua obra, com criações que dão um novo significado a objetos do imaginário coletivo e apontam brechas de afeto em coisas simples do cotidiano. A exposição Labirinto de Amor, inédita e gratuita, fica aberta até o próximo dia 29, na Caixa Cultural São Paulo, e a visitação pode ser feita das 9 às 19 horas, de terça a domingo. As mais de 30 obras da mostra, foram produzidas entre 1998 e 2015 e contam um pouco da trajetória do artista mineiro. Local: Praça da Sé, 111.

Deixe um comentário

*