JUVENTUS – Jogador faz 4 gols e ganha esfiha

JUVENTUS – Jogador faz 4 gols e ganha esfiha

O ex-jogador do Corinthians, atual atacante do Juventus, Gil, ganhou notoriedade durante a semana passada pelos quatro gols marcados na vitória do Moleque Travesso sobre a Francana, pela Série A-3 do Paulistão. Na ocasião, ele foi premiado com 60 esfihas por ter sido eleito o melhor em campo. Em seus tempos áureos Gil já chegou a ser comparado ao meia Kaká, ex-São Paulo.

O jogador conta que nunca havia ganhado um prêmio em comida, mas aprova a tradição no Juventus, bancada por uma web rádio do bairro, em parceria com a esfiharia. Ele promete: ainda vai ter muita esfiha até o fim da Série A-3 do Paulistão.

DOAÇÃO
Das 60 que ganhou no dia 25 de março, Gil acabou não comendo nenhuma. Isso porque optou por deixar com os companheiros, como uma forma de agradecimento pela ajuda em campo. “Eu dei (as esfihas) para os meninos, deixei para o pessoal do clube buscar. É muita esfiha. Tem de dividir, até porque sozinho a gente não chega em lugar nenhum. Eles me ajudam em campo e eu ajudei dessa forma, para todos se sentirem fazendo parte disso”, disse o experiente jogador, hoje com 34 anos.

Já no dia 27 de março, a convite da equipe de reportagem da Globo, o atacante foi até a esfiharia e se esbaldou de tanto comer. “Essa esfiha é boa demais. Vou experimentar várias, faço uma quentinha para levar para casa depois”, brincou o atacante.

TRADIÇÃO
A ideia dessa inusitada premiação para o melhor em campo começou no final de 2013. O Juventus estava disputando a Copa Paulista, quando Celso Abrahão, dono da Esfiha Juventus, curtiu um post da Web Rádio Mooca no Facebook. Então, pela própria rede social, Marcelo Santos, criador da rádio, entrou em contato com Celso para sugerir a parceria. “A Esfiha Juventus é tão tradicional no bairro quanto os cannolis do seo Antônio“, explica Marcelo. “A esfiharia fica a 600 metros do estádio. Os torcedores juventinos sempre passam lá antes ou depois dos jogos”.

Aos 40 minutos do segundo tempo, a equipe de transmissão da rádio escolhe o craque da partida. Quando está assistindo ao jogo, Celso também ajuda na decisão. O jogador escolhido recebe na saída do gramado uma caixa da Esfiha Juventus com o vale-brinde, que pode ser descontado logo depois da partida ou no dia seguinte. “Aqui na loja, 50 esfihas ficam prontas em 2 minutos”, avisa Celso. “O jogador pode vir a hora que quiser”. Até o início do ano, o prêmio era de 15 esfihas, até que um repórter do programa Globo Esporte comentou que achava pouco. Celso aumentou para 30.

Só que a participação do ex-corintiano Gil no jogo foi considerada tão espetacular que o comentarista Marden Soares disse no ar: “Celso Abrahão, você não acha que o Gil merece 60 esfihas pela partida de hoje aqui na Javari?”. Celso concordou.

Deixe um comentário

*