Greve metroviários

A greve dos metroviários causou confusão, no início da manhã de quinta-feira, dia 5 de junho, na estação Itaquera, uma das mais movimentadas da capital paulista. Por volta das 7 horas, usuários ficaram revoltados com o fechamento de toda a estação. Além do metrô, as portas da estação da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que deveria funcionar normalmente, foram fechadas por medida de segurança. Um grupo derrubou e quebrou grades para entrar na área de embarque dos trens da CPTM. A Polícia Militar foi chamada, mas ninguém foi preso. Não houve feridos. Temendo uma confusão maior, as catracas foram liberadas às 7h40 e os trens da CPTM começaram a parar na estação.

Deixe um comentário

*