EX-NÚNCIO

Morreu, no dia 28 de agosto, aos 67 anos, o ex-núncio polonês Josef Wesolowski, que seria o primeiro processado no Vaticano por abusos sexuais de menores. Ele atuou na República Dominicana e tinha problemas de saúde não divulgados. Wesolowski foi internado em um hospital no dia 10 de julho, um dia antes do início de seu julgamento. A audiência chegou a ser realizada no dia 11, mas durou apenas sete minutos e foi adiada por tempo indeterminado.

Deixe um comentário

*