Enchentes – Obras param em Itaquera

Enchentes – Obras param em Itaquera

O período de chuvas está se aproximando, mas as obras contra enchentes na região de Itaquera ainda estão longe de serem concluídas. A Rua Padre Viegas de Menezes, entre a Avenida Campanela e a Rua Maria Andresa de Abreu está entre os pontos mais prejudicados do bairro, principalmente durante o verão. Com um comércio consolidado no endereço, dividido entre magazines, lojas de roupas, eletrodomésticos, açougues, farmácias, entre outros estabelecimentos, o local sofre com a perda de diversos produtos todos os anos.

O córrego Rio Verde, que surge na região do Parque do Carmo, segue por toda a lateral da Rua Harry Dannemberg até a Avenida Líder e depois continua pela Avenida Itaquera, Rua Tomazzo Ferrara, Rua Padre Viegas de Menezes e desemboca na Avenida Jacu-Pêssego. Em vários pontos em que a vazão se estreita, o riacho transborda e causa alagamentos. Ao percorrer essas vias, é possível notar comportas criadas, tanto em residências, quanto em estabelecimentos comerciais.

OUTRA OBRA

Há cerca de um ano, a Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras havia iniciado uma obra que tinha como objetivo aumentar a capacidade de vazão do córrego afluente do rio Verde, que passa na lateral da Avenida Jacu-Pêssego (sentido São Mateus), na altura do número 580. Funcionários que trabalhavam no local afirmaram que seria instalado um condutor para desaguar rio. A intenção era a de evitar as enchentes na região e na própria avenida, bloqueada diversas vezes por conta dos alagamentos.

ABANDONO

Na Rua Cheiro Mineiro de Flor, paralela à Jacu-Pêssego, no mesmo número, uma praça está desmoronando por conta da erosão do solo. Conforme os vizinhos, a Prefeitura teria de investir em gabiões ou paredes de concreto para evitar a queda de todo o barranco, junto com mesas e banquinhos que foram instalados na área de descanso. Apesar do risco, a Subprefeitura Itaquera não fez nenhum tipo de intervenção no lugar.

Secretaria responde

A Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (Siurb) informou ter cinco obras do Programa de Redução de Alagamentos (PRA) na Zona Leste. Segundo a pasta, são intervenções pontuais consideradas fundamentais para a redução de alagamentos na região onde são executadas.

Conforme o órgão, deste total, uma está concluída (Rua Formoselha), três estão previstas para o fim deste ano (Avenida Cipriano Rodrigues e as ruas Armando Cardoso Alves e Chacuru) e uma será entregue em 2019 (córrego Afluente J – Rua Adevaldo de Moraes).

Ainda na Zona Leste, também estão em andamento a construção de mais dois reservatórios na bacia do córrego Aricanduva.A secretaria relatou que a atual gestão entregou, em 2017, os reservatórios Guamiranga, na Vila Prudente, e o R6 do córrego Aricanduva. No caso do córrego Rio Verde, Itaquera, os estudos estão em andamento, no entanto, será necessário grande número de desapropriações e reassentamentos de famílias para viabilizar a obra, o que demanda recursos não disponíveis no momento.

Deixe um comentário

*