Em 31 de outubro de 1902, nascia o grande poeta brasileiro Carlos Drummond de Andrade

Em 31 de outubro de 1902, nascia o grande poeta brasileiro Carlos Drummond de Andrade

Neste ano, a Companhia das Letras participa da programação do Dia D – Dia Drummond, que tem o objetivo de fazer com que a data do aniversário do poeta passe a integrar o calendário cultural do país. Convidamos para uma conversa com José Miguel Wisnik (autor de Maquinação do mundo: Drummond e a mineração) e os convidados Arrigo Barnabé, Kristoff Silva e Nuno Ramos sobre a obra do poeta, leituras, vídeos e canções.

Entrada gratuita. Os convites serão distribuídos 1h antes do evento.

Neste livro magistral, José Miguel Wisnik percorre a obra de Drummond e a história da mineração naquilo que diz respeito ao poeta, sem nunca perder de vista a potência da poesia como instrumento de percepção alargada e de criação de mundos.

Numa viagem circunstancial a Itabira, cidade natal de Drummond, José Miguel Wisnik deparou com traços do passado e sinais contemporâneos que levaram à elaboração de Maquinação do mundo, um dos mais originais e envolventes livros de nossa crítica literária. Ensaísta de mão-cheia, Wisnik identifica na atividade mineradora uma questão crucial para um escritor apegado ao provinciano lugar de origem e ao mesmo tempo marcado por um sentimento cosmopolita do vasto mundo.

Ao descobrir um veio inexplorado pela bibliografia sobre um de nossos maiores poetas, o autor pôs seu brilhantismo e erudição a serviço da imaginação crítica. Mobilizando vasto repertório da produção drummondiana, o ensaísta arrisca-se a um salto crítico notável: sua leitura da poesia de Drummond e de seu contexto histórico expõe a fratura brasileira em tempo real — a crise da esquerda e, no mesmo pacote colossal, o impasse do país.

JOSÉ MIGUEL WISNIK nasceu em 1948, em São Vicente (SP). Pianista e compositor, atualmente é professor aposentado da Universidade de São Paulo. Publicou, entre outros livros, O coro dos contrários: A música em torno da Semana de 22 (1977); O som e o sentido: Uma outra história das músicas (1988, 2017); Sem receita: Ensaios e canções (2004) e Veneno remédio: O futebol e o Brasil (2008).

Deixe um comentário

*