Crise hidríca

O número de queixas de cortes de abastecimento de água na capital paulista não solucionados pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) bateu recorde em julho, segundo relatório da Agência Reguladora de Saneamento e Energia de São Paulo. Foram 75 reclamações de falta d’água prolongada na cidade registradas pelo órgão fiscalizador, maior índice desde 2013 e 134% superior a junho, que registrou 32 relatos.

Deixe um comentário

*