Covas muda e põe Guilherme Kopke Brito na Sub Mooca

Covas muda e põe Guilherme Kopke Brito na Sub Mooca

O início de 2019 será de descobertas para Guilherme Kopke Brito. O advogado, que atuava como subprefeito de Vila Prudente, assume o lugar de Paulo Sérgio Criscuolo, na Subprefeitura Mooca. Criscuolo, enquanto esteve à frente dos subdistritos da Mooca, Belém, Brás, Tatuapé, Água Rasa e Pari, não conseguiu se afinar com os moradores, diante de determinados problemas. A falta de uma fiscalização efetiva sobre bares e comércios irregulares, por exemplo, causou um grande descontentamento a quem sofria e ainda sofre com barulho, mesas e cadeiras em calçadas, além do uso de drogas em alguns endereços. Em outros momentos, as pessoas esperaram por um contato mais direto com o ex-subprefeito da Mooca, mas reclamaram das dificuldades.

Brito tem carreira no Estado”

A chegada de Brito confirmou a mudança de planos do prefeito Bruno Covas que, até cerca de um mês atrás, tinha como provável subprefeito da Mooca, Eduardo Odloak, que estava na Subprefeitura Sé. Por ter tido uma passagem anterior pela Mooca, Odloak também era o preferido por muitos moradores. No entanto, a escolha foi alterada por Covas.

Brito era chefe de gabinete da Subprefeitura Sapopemba. Na vida pública, teve, entre outras funções, os cargos de coordenador de Administração e Finanças da então Subprefeitura de Vila Mariana, assessor da presidência da Companhia de Seguros do Estado de São Paulo (Cosesp) e diretor de Gestão Institucional da Companhia Paulista de Obras e Serviços. Também coordenou projetos especiais na Secretaria de Estado da Cultura, como a reabertura e restauração do Caminho do Mar (estrada velha de Santos) e a reabertura e transformação da Casa Das Rosas, na Avenida Paulista, em espaço de literatura e poesia. Ainda na Secretaria, foi diretor de fomento e difusão de produção cultural.

Deixe um comentário

*