CÓRREGO MARANHÃO: Limpeza diária é insuficiente

CÓRREGO MARANHÃO: Limpeza diária é insuficiente

Há quase um ano esta Gazeta havia feito uma reportagem sobre o Córrego Maranhão e seus problemas habituais, como as enchentes e o lixo. Dessa vez a reportagem voltou ao local e encontrou um cenário bastante parecido.

Em diversos trechos do córrego é possível perceber que a limpeza é bem precária e o acúmulo de lixo é constante. Fora a quantidade enorme de esgoto sanitário que é despejado sem qualquer tipo de tratamento nas águas do Maranhão (que também é conhecido como Córrego do Tatuapé).

SUBPREFEITURA RESPONDE
Diante destas questões, a assessoria da Subprefeitura Mooca informa que a limpeza no Córrego Maranhão é diária, com equipes manuais, uma vez que não há espaço para a colocação de máquinas.

A pasta disse também que são retirados objetos que indevidamente a população joga no leito dos rios, como móveis e eletrodomésticos, além de outros detritos e afirmou que também é feito o corte de mato e limpeza das margens.

Ressaltou ainda que a extensão do rio é grande: são aproximadamente 4.000 metros, contando as duas margens, e é por isso que o serviço é realizado em partes, pois não é possível fazer toda a extensão simultaneamente.

A Sub Mooca também faz uma apelo à população para que todos se conscientizem e não poluam o córrego, pois essa atitude configura-se em crime ambiental.

LIMPEZAS
A Subprefeitura Mooca realiza, constantemente, Operações Cata- Bagulhos voltadas ao recolhimento gratuito e de porta em porta nas residências, de objetos sem uso que a população queira descartar.

No Tatuapé foram programadas, para este ano, seis operações que atendem todas as vias do distrito. A última ocorreu em março e recolheu 29,6 toneladas e bagulhos. A próxima será no dia 24 de maio.

Deixe um comentário

*