Comércio

Não está nada fácil para os comerciantes atraírem os consumidores. Com as vendas fracas no Dia dos Pais, este é o quinto mês seguido de queda desde 2000, quando o comportamento do varejo começou a ser analisado. Os números foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em julho, o varejo recuou 0,8% e na comparação com junho do ano passado, 2,7%. Nos primeiros seis meses de 2015, a queda acumulada é de 2,2%, a maior baixa para o período desde 2003, quando a baixa foi de 5,7%, interrompendo uma sequência de 11 anos de taxas positivas consecutivas.

Deixe um comentário

*