CEU Carrão: todos vão ganhar

CEU Carrão: todos vão ganhar

Sr. redator:
“Gostaria, a princípio, de parabenizar a publicação por divulgar as opiniões dos moradores de maneira democrática, propondo-se a comentar o que acontece na Zona Leste de nossa cidade e principalmente no nosso Tatuapé.

Eu particularmente também era contra esta ideia de CEU bem em frente à minha residência. Por este motivo, procurei o administrador do parque e pedi esclarecimentos sobre tal projeto. Fui prontamente atendido, recebi um prospecto e obtive informações que me fizeram um entusiasta da obra.

Além das construções dos prédios (sem custo do terreno para os cofres públicos),  com área a ser construída num total de 11.500 m², também vamos ter melhorias como a troca do muro palito por um de gradil feito de ferro, para todo o entorno do parque, o que proporcionará mais segurança, transparência com o que acontece do lado de dentro e com aparência mais bonita.

A piscina semiolímpica será com temperatura controlada e os 89.800 m² de intervenção paisagística terão 24 árvores atingidas, das quais dez estão mortas e 14 deverão ser removidas, mas serão compensadas com o plantio de outras 128 no próprio parque, ou seja, quase dez vezes a mais. Sobre isto, farei questão de fiscalizar pessoalmente.

As atuais piscinas também serão reformadas e a iluminação será toda trocada (a atual já não atende à necessidade). Vamos ter cineteatro, serão acrescidas no quadro de atividades já existentes aulas de música, leitura, laboratório e artes. Na área escolar serão atendidas 168 crianças de 0 a 3 anos, cem crianças de 3 a 4 anos, período integral e 120 de 4 a 5, também com período integral. Se não existir necessidade para todos nós moradores, pode servir  para nossos funcionários (zeladores, porteiros, empregadas domésticas etc), que poderão matricular seus filhos e trabalharem mais tranquilos e felizes tendo os mesmos por perto.

Com relação à administração do parque, tenho acompanhado o trabalho do sr. Garcia. Sou testemunha do seu comprometimento, seriedade e dedicação. Em minha avaliação (não sei qual sua formação), ele tem um perfil de coronel e diplomata misturado com o MacGyver (personagem de série americana).

Nunca, nos dez anos que moro em frente ao parque, e nos anos em que frequentei como usuário, percebi tanto fluxo policial, com rondas constantes da Polícia Militar, GCM (Guarda Civil Metropolitana) e Policia Civil. Só vêm usar drogas aqui no parque os desavisados. No mês de dezembro enviei carta à Ouvidoria e ao secretário municipal de Esportes, Celso Jatene, parabenizando pela escolha deste cidadão, por sua determinação e coragem. Para quem não acredita, basta realizar uma visita ao parque e confirmar que os seguranças se integram com seu trabalho sério, que o pessoal da faxina o admira, os funcionários públicos da secretaria o respeitam e nós munícipes temos alguém que se preocupa com nossa qualidade de vida, recuperando o que tínhamos de maior valor neste bairro de origem operária, a solidariedade, que talvez também tenha migrado para o bairro de Higienópolis, juntamente com o tratamento diferenciado que deveríamos ter em toda a cidade.

O sr. Garcia fez portas para os vestiários das piscinas, consertou grande parte dos telhados, mantém sempre a grama cortada, instalou ventiladores nas salas de ginástica e no boxe, consertou toda parte elétrica da bocha, extinguiu os vazamentos de água que existiam, pavimentou a área utilizada como estacionamento e moralizou muita gente que utilizava o local como estacionamento particular, inclusive para pernoite.

Instalou academia ao ar livre para 3ª idade, melhorou a entrada pela Rua Apucarana, retirando a corrente do portão de acesso, que todos sabem o quanto atrapalhava nosso acesso e trouxe aulas de karatê e kickboxing. Aumentou as turmas já existentes de tai chi chuan, yoga, alongamento, boxe e trouxe futsal e futebol de campo feminino. Também serão preservados os escoteiros, o grupo Narcóticos Anônimos e o teatro.”

Waldir Saram

Deixe um comentário

*