CEU Carrão: quem vai ganhar com isso?

Sr redator:
“Minha ideia de reportagem sobre a construção do CEU Carrão será ignorada. Sei que a Gazeta não quer melindrar o administrador ou o prefeito, mas é um absurdo as árvores que serão arrancadas no Clube Escola Tatuapé para uma obra desnecessária no bairro.

Temos tudo. Precisamos de nossos parques e de ruas bem tratadas. O metro quadrado do Tatuapé está caro, pois tem prédios lindos, mas o bairro é malcuidado. Se você frequenta Higienópolis, Jardins e outros bairros centrais, nota que o tratamento é diferente.

As pessoas não precisam de CEU, já que no bairro existem escolas próximas, Emeis, creches, parques com quadras, piscinas (mal conservadas) e bibliotecas. Temos que lutar para valorizar nosso bairro, para valorizar nossos imóveis e a região. Precisamos das árvores!

O CEU Carrão é mais uma forma de ganhar dinheiro com licitação. Nossas escolas Othelo, Jackson, Arthur Azevedo, sempre tiveram poucos alunos e todas têm bibliotecas e sala de informática. No bairro temos Emei Quintino Bocaiuva, Lar Sirio, Mary Buarque, Maria Laura, Gomes Cardim Intendente e Silvio Romero. Todas atendem bem a clientela.

Também temos teatro. Lá, no clube mesmo, quando têm eventos, pouquíssima gente vai. Temos biblioteca na ladeira da Rua Cristais, na Celso Garcia e no final da Rua Tuiuti, vazias! Temos parques mal conservados, como está o Ceret e o do Carrão. Não precisamos de CEU!

Poderiam fazer mais alguma creche, mas não precisamos desta infraestrutura, pois o bairro tem tudo! Vão arrancar 18 árvores ou mais! Vão replantar? Ou vão fazer como no lugar do Lar Anália Franco, que a Unicsul replantou uns coqueirinhos ridículos? É absurda esta obra!”

Iara Volponi

Deixe um comentário

*