CARRÃO NA COPA: Estudante ganha concurso e entrará com bandeira em campo

CARRÃO NA COPA: Estudante ganha concurso e entrará com bandeira em campo

O estudante e morador da Vila Formosa, André Santos Araújo de França, de 12 anos, está feliz da vida. Ele representará a Emef Bartolomeu Lourenço de Gusmão e a Diretoria Regional de Ensino (DRE) de Itaquera nas oitavas de final da Copa, no dia 1º de julho. Após sua redação ter vencido um concurso cujo tema era o impacto das obras da Arena Corinthians no entorno do bairro, ele e um representante de sua família foram convidados pela Coca-Cola para participarem do evento. No caso de André, ele terá a incumbência de carregar a bandeira de uma das seleções que estiverem classificadas como 1ª do Grupo F ou 2ª do Grupo E.

VÔLEI E HANDEBOL
Ansioso para chegar a hora de entrar no estádio, o estudante faz planos para o futuro. Mas não pensem que será nos gramados, como jogador de futebol, pois no esporte ele tem mais afinidade com o vôlei ou handebol. André prefere os livros, e deseja ser ator ou cardiologista. Com relação ao concurso, o estudante comprovou ser amante da poesia, ao escrever o texto de forma direta e concisa, que foi escolhido dentre outros 20 trabalhos.

EQUILÍBRIO
De acordo com seu professor de português e orientador do grupo, Humberto Cosentine, o artigo de André teve um tom equilibrado entre as críticas aos atrasos das obras e o legado que elas poderão deixar, com a expansão do comércio e a criação de novos postos de empregos. Para Cosentine, seu aluno foi otimista na conclusão do trabalho, ao lembrar que, apesar dos problemas, muitos deles podem ser resolvidos.

PROJETO
Sobre a proposta do concurso, a diretora da Emef, Rosália Aparecida de Oliveira, fez questão de lembrar que ela surgiu a partir do projeto “Aula a céu aberto – Itaquera, a Copa começa aqui!”. Ele teve início em setembro de 2013 na DRE de Itaquera, em parceria com o Comitê SPCopa e participação da vice-prefeita, Nádia Campeão, e da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação.

ABORDAGENS
O trabalho teve como base o Projeto Político Pedagógico da DRE que visou estudar a realidade de Itaquera. Assim, vislumbrou-se a construção da Arena e o impacto que a Copa traria para a região. No total, participaram 70 escolas de educação infantil e ensino fundamental. Após a organização dos grupos, a Diretoria de Ensino providenciou a ida de educadores e alunos ao bairro e à Arena Corinthians. As abordagens tiveram um caráter interdisciplinar e os temas giraram em torno dos aspectos históricos, sociais, ambientais, matemáticos, físicos e geográficos.

Deixe um comentário

*