Capsulite adesiva ou ombro congelado

A capsulite adesiva ou ombro congelado é um quadro que se caracteriza como dor e limitação da articulação do ombro, perda dos movimentos do braço (principalmente elevação para frente), dificultando atividades da vida diária como pentear o cabelo, por exemplo. Também há comprometimento dos músculos que fazem a rotação lateral (criando dificuldades ao abrir uma porta), ou também dos rotadores mediais (dificultando o paciente para coçar as costas).

A faixa etária geralmente acometida está entre 40 e 60 anos, e uma das causas mais comuns é a pessoa portadora de diabetes, geralmente aquelas que tomam insulina regularmente. Há outras causas também, como problemas locais na articulação (depósitos de cálcio, tendinites ou degeneração da articulação), e também as imobilizações por um tempo prolongado como as fraturas da articulação do ombro pode ser uma das causas.

Algumas vezes o ombro congelado aparece sem ter uma causa específica, a qual chamamos de idiopática.

O tratamento para este quadro que afeta a articulação do ombro e que em seu estágio inicial é muito doloroso está indicado a artroscopia para a liberação das estruturas comprometidas e também a fisioterapia e a acupuntura que são a modalidade de tratamento atualmente mais utilizada, pois não requerem anestesia ou internação, e mesmo assim são métodos que levam a melhora lenta e gradual da dor e do movimento da articulação afetada.

Dr. Edimilson Marton – especialista em RPG – Crefito 12.346/F
Rua Serra de Bragança, 1.355, Tatuapé, fones: 3628-2125 e 3628-2129

Deixe um comentário

*